15 de novembro de 2009

'My Way', de Sinatra, retorna com faixas-bônus

Em 1969, ao gravar o álbum My Way com produção e arranjos de Don Costa, Frank Sinatra (1915 - 1998) se permitiu incluir no repertório de standards algumas músicas que tinham sido lançadas com sucesso há poucos anos. Casos de Yesterday - a balada de John Lennon e Paul McCartney (a rigor, somente de McCartney) que desde 1966 se tornou um dos temas mais regravados dos Beatles nos quatro cantos do mundo - e de Mrs. Robinson (grande hit da dupla Simon & Garfunkel em 1967 ao ser propagado como o tema do filme homônimo). Mas foi a faixa-título de My Way - versão em inglês de Paul Anka para a canção francesa composta por Claude François, Jacques Revaux e Gilles Tribault - que se tornou um clássico quase instântaneo da Voz. Quarenta anos depois, a Universal Music, que adquiriu neste ano de 2009 o direito de reeditar o catálogo de Sinatra na gravadora Reprise, relança My Way numa edição comemorativa de 40 anos turbinada com duas inéditas faixas-bônus. As novidades são um registro ao vivo de My Way - captado em 24 de outubro de 1987, em show no Reunion Arena, em Dallas (EUA) - e um take ao vivo de For Once in my Life, extraído da gravação feita por Sinatra para um especial de TV em 13 de agosto de 1969. A reedição de My Way dá o pontapé inicial na reposição do catálogo da Reprise juntamente com o lançamento de Live at Meadowlands, disco inédito da Voz que traz registro ao vivo de show captado em 1986.

3 Comments:

Blogger Mauro Ferreira said...

Em 1969, ao gravar o álbum My Way com produção e arranjos de Don Costa, Frank Sinatra (1915 - 1918) se permitiu incluir no repertório de standards algumas músicas que tinham sido lançadas com sucesso há poucos anos. Casos de Yesterday - a balada de John Lennon e Paul McCartney (a rigor, somente de McCartney) que desde 1966 se tornou um dos temas mais regravados dos Beatles nos quatro cantos do mundo - e de Mrs. Robinson (grande hit da dupla Simon & Garfunkel em 1967 ao ser propagado como o tema do filme homônimo). Mas foi a faixa-título de My Way - versão em inglês de Paul Anka para a canção francesa composta por Claude François, Jacques Revaux e Gilles Tribault - que se tornou um clássico quase instântaneo da Voz. Quarenta anos depois, a Universal Music, que adquiriu neste ano de 2009 o direito de reeditar o catálogo de Sinatra na gravadora Reprise, relança My Way numa edição comemorativa de 40 anos turbinada com duas inéditas faixas-bônus. As novidades são um registro ao vivo de My Way - captado em 24 de outubro de 1987, em show no Reunion Arena, em Dallas (EUA) - e um take ao vivo de For Once in my Life, extraído da gravação feita por Sinatra para um especial de TV em 13 de agosto de 1969. A reedição de My Way dá o pontapé inicial na reposição do catálogo da Reprise juntamente com o lançamento de Live at Meadowlands, disco inédito da Voz que traz registro ao vivo de show captado em 1986.

15 de novembro de 2009 10:18  
Anonymous Dirce said...

My Way me dá rugas. Virou um hino da classe média abonada. Como se fosse possível viver de um jeito tão único assim, tão 'one's way' na sociedade de massa. Olho pela janela e vejo um Honda Civic grafite ao lado do outro. Seus proprietários ouvem My Way direto, senão nos MP3s idênticos, pelo menos no sistema de som dos shoppings, onde levam a família para almoçar e comprar tênis no domingo.

E a melodia dessa canção é de uma obviedade...

A originalidade sugerida na letra já virou lugar-comum.

15 de novembro de 2009 12:42  
Blogger Geraldo said...

Mauro, o período de vida de Sinatra está grafado como 1915-1918, o que daria a ele apenas três anos de existência.

18 de novembro de 2009 08:59  

Postar um comentário

<< Home