20 de outubro de 2009

Trilha de 'Lula' une Tim, Nana e Zezé & Luciano

Com estreia agendada para 1º de janeiro de 2010, o filme Lula - O Filho do Brasil, de Fábio Barreto, traz gravação inédita da dupla Zezé Di Camargo & Luciano (foto) na trilha sonora que vai ser editada em CD pela gravadora EMI Music entre o fim de novembro e o início de dezembro de 2009. A pedido do Presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, Zezé & Luciano entraram em estúdio para gravar a célebre guarânia paraguaia Meu Primeiro Amor (Lejania), popularizada no Brasil em 1952 pela dupla Cascatinha (1919 - 1996) & Inhana (1923 - 1981). A trilha do filme inclui também uma gravação inédita de Nana Caymmi - Nossa Canção (Luiz Ayrão), hit de Roberto Carlos em 1966 - entre fonogramas antigos de Tim Maia (Você), Ivan Lins (Desesperar Jamais, em registro feito em dueto com Roberto Ribeiro), Altemar Dutra (Sentimental Demais), Celly Campello (Estúpido Cupido) e dos Demônios da Garoa (Saudosa Maloca), entre outros nomes.

15 Comments:

Blogger Mauro Ferreira said...

Com estreia agendada para 1º de janeiro de 2010, o filme Lula - O Filho do Brasil, de Fábio Barreto, traz gravação inédita da dupla Zezé Di Camargo & Luciano (foto) na trilha sonora que vai ser editada em CD pela gravadora EMI Music entre o fim de novembro e o início de dezembro de 2009. A pedido do Presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, Zezé & Luciano entraram em estúdio para gravar a célebre guarânia paraguaia Meu Primeiro Amor (Lejania), popularizada no Brasil em 1952 pela dupla Cascatinha (1919 - 1996) & Inhana (1923 - 1981). A trilha do filme inclui também uma gravação inédita de Nana Caymmi - Nossa Canção (Luiz Ayrão), hit de Roberto Carlos em 1966 - entre fonogramas antigos de Tim Maia (Você), Ivan Lins (Desesperar Jamais, em registro feito em dueto com Roberto Ribeiro), Altemar Dutra (Sentimental Demais), Celly Campello (Estúpido Cupido) e dos Demônios da Garoa (Saudosa Maloca), entre outros nomes.

20 de outubro de 2009 10:06  
Anonymous dirce said...

Cáspite! Lançar um filme desse em ano eleitoral. Quem está financiando? Nós, suponho.

20 de outubro de 2009 10:39  
Anonymous Anônimo said...

Se for para não ter o PSDBosta de volta EU FINANCIO. Pode cobrar!

20 de outubro de 2009 20:18  
Anonymous Anônimo said...

Eu também!

Cabe ressaltar a trilha-sonora bem no estilo do "cara". Tem de tudo.

Lulinha 2014!!!!!!!!!!!!!!

20 de outubro de 2009 20:25  
Anonymous Anônimo said...

Se não me engano Nana Caymmi deu um depoimento ressaltando que apesar de cantar no filme "seria TUCANA". Não é por nada não, mas eu se fosse ela passava o bastão para Bethânia - que é LULA. Seria mais coerente e honesto.

20 de outubro de 2009 20:35  
Anonymous Anônimo said...

"Deseperar Jamais" é a cara da trajetória de Lula. E é essa trajetória que tanto irrita as classes mais favorecidas.

Uma inveja de doer de quem saiu da lama e hoje deita na fama... MUNDIAL!

20 de outubro de 2009 20:37  
Anonymous Anônimo said...

Lula pode tudo!Nana na trilha,cantando para ele...o Cara agora foi merecedor de mais um dos grandes e raros previlégios deste mundo.Viva!

20 de outubro de 2009 22:13  
Anonymous Anônimo said...

Vi o trailer desse filme.
Vai ser um sucesso estrondoso.
Talvez com uma bilheteria nunca antes vista na história desse país. rsrs

21 de outubro de 2009 01:17  
Anonymous Anônimo said...

Bethania pediu e ganhou emprestimo ao governo para financiar seu show.Nana esta neste filme porque é uma profissional e artista,antes de ser uma partidária.Alem de ter a ver muito mais que Bethania com cinema.

21 de outubro de 2009 10:19  
Anonymous Anônimo said...

As diferenças ideologicas entre Nana e Bethania são proporcionais em relação as entre petistas e tucanos:muito poucas.Mas,Nana é muito melhor intérprete e cantora que Bethania e o PT governa muito melhor que o PSDB.

21 de outubro de 2009 15:57  
Anonymous Anônimo said...

Mauro,
Os comentário que estão sendo liberados são muito viesados. Política a parte, o intuito desse tópico é falar sobre a trilha do filme e não debate entre partidos. Alias, todos os comentários liberados são favoráveis ao partido do presidente né?
Creio que se você for isento liberará esse comentário, certo?
Você deveria bloquear os comentários que fazem julgamento de valor acerca do PSDB, certo?
Abraço

21 de outubro de 2009 18:50  
Anonymous Anônimo said...

18:50.Te entendo,mas o filme tem relatividade ao político,é sobre a vida e a tragetória do maior político do pais e um dos maiores no mundo na atualidade.Por mais que digam que não o filme é político.A trilha não escaparia,faz parate dele.A produção,direção,distribuição(Globo)são tucanas até o último fio de cabelo.Mas a maior mentira dos comentários é que Bethania seja Lula.Já criticou esse governo muito mais que a Nana.Mas como boa baiana se previlegia muito mais com os incentivos governamentais.Tá certa,boba é a Nana.P.S.Tudo que não teremos show de Nana este ano mesmo,então é aguardar a trilha e no que ela transformou esse hit do Roberto.

22 de outubro de 2009 10:30  
Anonymous Anônimo said...

Que tipo de político mereceria um filme ? Só mesmo aqueles que fizeram algo muito ruim ou muito bom.
E independente do político, não há de se negar a ascensão do SER-HUMANO Lula.
Sabem quando teremos um ex-operário, pobre, sem estudo, sem "cultura", sem "sangue nobre" nas veias de novo comandando um país ? Talvez daqui a 5 ou 6 gerações. Ah, sem contar o próprio Lula que ainda governa mais uns 8 anos. 2014 tá aí.

22 de outubro de 2009 18:53  
Anonymous Anônimo said...

E eu que achava que o alto nível por aqui era só musical. A "classe bloguista" do Mauro parece ser de alto nível em todos os quesitos.

22 de outubro de 2009 19:21  
Anonymous Anônimo said...

Mauro,
Muito suspeito só ter comentários pró-Lula por aqui!
O atual presidente não é unanimidade como os comentários dão a entender!
Achava que o tópico era sobre a trilha e não sobre viés político!
Acho que me enganei né!
Sugestão: troca o nome do blog então!

24 de outubro de 2009 09:30  

Postar um comentário

<< Home