10 de setembro de 2009

Bublé vai de Ray a Van Morrison em Crazy Love

Música de Van Morrison, Crazy Love dá título ao álbum que o cantor Michael Bublé vai lançar pela Warner Music em 13 de outubro de 2009. Já em rotação nas rádios, o primeiro single do álbum, Haven’t Met You Yet, é da lavra de Bublé com Alan Chang e Amy Foster. Trata-se de uma das duas inéditas do repertório, completado com 11 standards de várias épocas. A seleção inclui um clássico do repertório de Ray Charles (Georgia on my Mind) entre pérolas como Cry me a River, All of me e Stardust (cantada a capella com o grupo Naturally 7). Gravado entre Canadá (em Vancouver) e EUA (em Los Angeles, Nova York e Brooklin), o CD Crazy Love tem produção dividida entre David Foster, Bob Rock e Humberto Gatica. A Warner vai lançar o disco de Bublé no Brasil.

4 Comments:

Blogger Mauro Ferreira said...

Música de Van Morrison, Crazy Love dá título ao CD que o cantor Michael Bublé vai lançar via Warner Music em 13 de outubro de 2009. Já em rotação nas rádios, o primeiro single do álbum, Haven’t Met You Yet, é da lavra de Bublé com Alan Chang e Amy Foster. Trata-se de uma das duas inéditas do repertório, completado com 11 standards de várias épocas. A seleção inclui um clássico do repertório de Ray Charles (Georgia on my Mind) entre pérolas como Cry me a River, All of me e Stardust (cantada a capella com o grupo Naturally 7). Gravado entre Canadá (em Vancouver) e EUA (Los Angeles, Nova York e Brooklin), o CD Crazy Love tem produção dividida entre David Foster, Bob Rock e Humberto Gatica. A Warner vai lançar o disco de Bublé no Brasil.

10 de setembro de 2009 12:29  
Anonymous Anônimo said...

Olá Mauro,
Sou do Recife e faço a assessoria de comunicação para algumas bandas daqui, como Orquestra Contemporânea de Olinda, Orquestra Popular da Bomba do Hemetério, Siba e Fuloresta entre outros. Tb trabalho com alguns festivais, como o Porto Musical (de Melina Hickson) e a MIMO (de Lu Araújo).
Bem, gostaria dos seus contatos, por email, para te mandar notícias, se for do seu interesse, claro.

Abraço,
Aline Feitosa
alinefeitosa@terra.com.br

10 de setembro de 2009 15:11  
Anonymous Anônimo said...

Delícia!!!

10 de setembro de 2009 15:15  
Blogger Jorge Reis said...

Um luxo só. Este é um belo exemplo de regravações bem sucedidas.
Nem sempre gravar inéditas é inovar.
Em se tratando da musica de duble sou um xiita.

10 de setembro de 2009 19:46  

Postar um comentário

<< Home