16 de setembro de 2009

Benson remói canções e estórias com burocracia

Resenha de CD
Título: Songs and
Stories
Artista: George Benson
Gravadora: Concord
Records / Universal Music
Cotação: * * 1/2

Guitarrista que transita com habilidade entre o pop e o jazz, George Benson se mostra bem apático como músico e cantor neste disco que tende para o pop. Produzido por John Burk e Marcus Miller, o CD inclui apresenta covers de músicas de compositores como Smokey Robinson (One Like You, com a guitarra do convidado Lee Ritenour, mas sem pegada), James Taylor (Don't Let me Be Lonely Tonight, com um ligeiro insosso toque latino por conta da participação de músicos brasileiros como Toninho Horta - ao violão - e o percussionista Paulinho da Costa). Basta ouvir Sailing - grande hit radiofônico de Christopher Cross - para perceber que o guitarrista parece ter ligado o piloto automático ao gravar Songs and Stories. Até o material inédito se mostra aquém do histórico do artista. Autor de Give me the Night, um dos maiores sucessos de Benson, Rod Temperton contribuiu timidamente com Family Reunion. Enfim, nada está fora do tom no álbum. Mas nada tampouco consegue prender a atenção do ouvinte neste disco pautado pela correção burocrática. É CD somente para fãs extremados de George Benson.

1 Comments:

Blogger Mauro Ferreira said...

Guitarrista que transita com habilidade entre o pop e o jazz, George Benson se mostra bem apático como músico e cantor neste disco que tende para o pop. Produzido por John Burk e Marcus Miller, o CD inclui apresenta covers de músicas de compositores como Smokey Robinson (One Like You, com a guitarra do convidado Lee Ritenour, mas sem pegada), James Taylor (Don't Let me Be Lonely Tonight, com um ligeiro insosso toque latino por conta da participação de músicos brasileiros como Toninho Horta - ao violão - e o percussionista Paulinho da Costa). Basta ouvir Sailing - grande hit radiofônico de Christopher Cross - para perceber que o guitarrista parece ter ligado o piloto automático ao gravar Songs and Stories. Até o material inédito se mostra aquém do histórico do artista. Autor de Give me the Night, um dos maiores sucessos de Benson, Rod Temperton contribuiu timidamente com Family Reunion. Enfim, nada está fora do tom no álbum. Mas nada tampouco consegue prender a atenção do ouvinte neste disco pautado pela correção burocrática. É CD somente para fãs extremados de George Benson.

16 de setembro de 2009 09:47  

Postar um comentário

<< Home