14 de agosto de 2009

Moura e Armandinho dão um tom afro a Jobim

AfroBossaNova, o disco que a Biscoito Fino está pondo nas lojas neste mês de agosto de 2009, reúne Armandinho (o bandolinista que também é um mestre na guitarra baiana) e o clarinetista Paulo Moura em torno da bela obra de Antonio Carlos Jobim (1927 - 1994). A dupla dá tom afro jazzístico à obra do compositor, realçando o acento percussivo dos arranjos de músicas como Chovendo na Roseira, Águas de Março, Meditação, Samba do Avião, O Morro Não Tem Vez e Surfboard. O CD foi gravado ao vivo entre 15 de maio e 15 de junho de 2008 na turnê AfroBossaNova, que passou por 16 capitais brasileiras.

2 Comments:

Blogger Mauro Ferreira said...

AfroBossaNova, o disco que a Biscoito Fino está pondo nas lojas neste mês de agosto de 2009, reúne Armandinho (o bandolinista que também é um mestre na guitarra baiana) e o clarinetista Paulo Moura em torno da bela obra de Antonio Carlos Jobim (1927 - 1994). A dupla dá tom afro jazzístico à obra do compositor, realçando o acento percussivo dos arranjos de músicas como Chovendo na Roseira, Águas de Março, Meditação, Samba do Avião, O Morro Não Tem Vez e Surfboard. O CD foi gravado ao vivo entre 15 de maio e 15 de junho de 2008 na turnê AfroBossaNova, que passou por 16 capitais brasileiras.

14 de agosto de 2009 18:32  
Anonymous Anônimo said...

A fábrica de quitutes da Biscoito não pára. Impressionante. A "concorrência" precisa e deve comer, quer dizer, correr atrás.

MAIS UM PITÉU!

15 de agosto de 2009 00:09  

Postar um comentário

<< Home