16 de agosto de 2009

Valle e Celso escrevem boa página instrumental

Resenha de CD
Título: Marcos Valle & Celso Fonseca Apresentam Página Central
Artista: Marcos Valle & Celso Fonseca
Gravadora: Biscoito Fino
Cotação: * * *

O exuberante tema instrumental que abre e inspira o título do primeiro CD feito por Marcos Valle com Celso Fonseca, Página Central, faz supor um trabalho grandioso, até mesmo antológico. Não chega a tanto, como mostram os onze temas seguintes, mas o álbum lançado pela gravadora Biscoito Fino escreve boa página da música brasileira embebida na fusão de samba, bossa nova e canção pop. Juntos pela primeira vez em disco, após dividirem palcos no exterior, Valle e Celso apresentam 12 parcerias inéditas de clima variados. Os cânones da bossa cinquentenária regem canções como Ela É Aquela (cantada pelos dois com adição da voz de Patrícia Alvi) e Azul Cristal (entoada por Celso). O samba comanda o ritmo em Vim Dizer que Vim. Tudo sobre uma cama harmoniosa armada a partir da interação dos teclados fender rhodes e do piano de Valle com a guitarra e o violão de Celso. Os climas são variados, a ponto de Página Central fechar em tom camerístico com canção, Curvas do Tempo, envolvida em cordas. Contudo, é fato que as melhores páginas são os turbinados temas instrumentais. A faixa-título se confirma insuperável até o fim do disco, mas vale destacar também Voo Livre e Faz de Conta, este com intervenções do Azymuth - trio, aliás, hábil no estilo de som desenvolvido pela (antenada) dupla Marcos Valle e Celso Fonseca.

1 Comments:

Blogger Mauro Ferreira said...

O exuberante tema instrumental que abre e inspira o título do primeiro CD feito por Marcos Valle com Celso Fonseca, Página Central, faz supor um trabalho grandioso, até mesmo antológico. Não chega a tanto, como mostram os onze temas seguintes, mas o álbum lançado pela gravadora Biscoito Fino escreve boa página da música brasileira embebida na fusão de samba, bossa nova e canção pop. Juntos pela primeira vez em disco, após dividirem palcos no exterior, Valle e Celso apresentam 12 parcerias inéditas de clima variados. Os cânones da bossa cinquentenária regem canções como Ela É Aquela (cantada pelos dois com adição da voz de Patrícia Alvi) e Azul Cristal (entoada por Celso). O samba comanda o ritmo em Vim Dizer que Vim. Tudo sobre uma cama harmoniosa armada a partir da interação dos teclados fender rhodes e do piano de Valle com a guitarra e o violão de Celso. Os climas são variados, a ponto de Página Central fechar em tom camerístico com canção, Curvas do Tempo, envolvida em cordas. Contudo, é fato que as melhores páginas são os turbinados temas instrumentais. A faixa-título se confirma insuperável até o fim do disco, mas vale destacar também Voo Livre e Faz de Conta, este com intervenções do Azymuth - trio, aliás, hábil no estilo de som desenvolvido pela (antenada) dupla Marcos Valle e Celso Fonseca.

16 de agosto de 2009 11:35  

Postar um comentário

<< Home