2 de julho de 2009

Sereno, Lenine entra no mar de Clara com filho

Prêmio da Música Brasileira - 22ª Edição
Rio de Janeiro (RJ) - Em 1975, um lindo samba de Candeia (1935 - 1978), O Mar Serenou, consolidou o sucesso de Clara Nunes (1942 - 1983) ao ser gravado pela cantora no álbum Claridade. Na 22ª edição do Prêmio da Música Brasileira, quem se jogou no mar de Clara foi Lenine, num registro afetuoso e sereno feito em dueto com seu filho, João Cavalcanti, vocalista do grupo Casuarina. O (bom) número exemplificou a linha dos arranjos de Rildo Hora, urdidos num tom mais de gala - sem muita ênfase nas percussões...

2 Comments:

Blogger Mauro Ferreira said...

Prêmio da Música Brasileira - 22ª Edição

Rio de Janeiro (RJ) - Em 1975, um lindo samba de Candeia (1935 - 1978), O Mar Serenou, consolidou o sucesso de Clara Nunes (1942 - 1983) ao ser gravado pela cantora no álbum Claridade. Na 22ª edição do Prêmio da Música Brasileira, quem se jogou no mar de Clara foi Lenine, num registro afetuoso e sereno feito em dueto com seu filho, João Cavalcanti, vocalista do grupo Casuarina. O (bom) número exemplificou a linha dos arranjos de Rildo Hora, urdidos num tom mais de gala - sem muita ênfase nas percussões...

2 de julho de 2009 10:38  
Anonymous Anônimo said...

Bela voz a do filho do Lenine!

2 de julho de 2009 18:24  

Postar um comentário

<< Home