31 de julho de 2009

Irmã de Russo lança primeiro disco em agosto

Irmã de Renato Russo (1960 - 1996), Carmen Manfredini lança em agosto de 2009, via LGK Music, seu primeiro disco, O Fim da Infância, dividido pela cantora com o quarteto Tantra (com Carmen na foto de Patrícia Gouveia). O produtor do CD é Carlos Trilha, tecladista do Tantra que assina faixas como Mar nos Olhos e Novembro em parceria com o guitarrista Fred Nascimento e o baixista Gian Fabra. O primeiro single do álbum, Luz do Dia, também leva a assinatura do trio, assim como Out of Time. O repertório inclui regravação de Virgem, tema de Marina Lima e Antonio Cícero que deu título ao LP lançado por Marina em 1987.

6 Comments:

Blogger Mauro Ferreira said...

Irmã de Renato Russo (1960 - 1996), Carmen Manfredini lança em agosto de 2009, via LGK Music, seu primeiro disco, O Fim da Infância, dividido pela cantora com o quarteto Tantra (com Carmen na foto de Patrícia Gouveia). O produtor do CD é Carlos Trilha, tecladista do Tantra que assina faixas como Mar nos Olhos e Novembro em parceria com o guitarrista Fred Nascimento e o baixista Gian Fabra. O primeiro single do álbum, Luz do Dia, também leva a assinatura do trio, assim como Out of Time. O repertório inclui regravação de Virgem, tema de Marina Lima e Antonio Cícero que deu título ao LP lançado por Marina em 1987.

31 de julho de 2009 09:55  
Anonymous Anônimo said...

Esse da esquerda só falta a barba para parecer com o Renato. Abs,

Marcelo Barbosa - Brasília (DF)

31 de julho de 2009 10:09  
Blogger Flávia C. said...

Medo é a única palavra que me vem neste momento...

31 de julho de 2009 10:37  
Anonymous Anônimo said...

Também! Até porque já ouvi e canta muito mal.

31 de julho de 2009 11:00  
Anonymous Anônimo said...

Concordo com a Flávia C. Não vou embarcar nessa aventura. Sim pq parece uma aventura, aquela de um único CD encalhado e ninguém mais fala sobre o assunto.

31 de julho de 2009 12:05  
Anonymous Rafa said...

Eu também tô com medo, e o pior de tudo é que vou acabar ouvindo! Afinal, é difícil segurar a curiosidade. Mas tenho um palpite: conhecendo o Tantra, dá pra imaginar que o som será bem legião-urbanesco - o que é uma pena, porque já estamos fartos de bandas que emulam o instrumental da Legião.

1 de agosto de 2009 00:27  

Postar um comentário

<< Home