7 de julho de 2009

Arnaldo idealiza dois CDs com dois guitarristas

Arnaldo Antunes (à esquerda em foto de Márcia Xavier) vai lançar no segundo semestre de 2009 álbum de inéditas produzido por Fernando Catatau, o bom guitarrista do grupo Cidadão Instigado. Intitulado Iê Iê Iê, o disco tem um tom dançante e traz no repertório duas novas parcerias do artista com Carlinhos Brown e Marisa Monte. Paralelamente, Arnaldo já planeja gravar outro CD. Este futuro trabalho vai ser dividido com Edgard Scandurra, guitarrista do extinto Ira! - grupo contemporâneo da banda, Titãs, que revelou Antunes. O projeto com Scandurra pode começar a ser concretizado ainda em 2009 (mas não sai este ano).

4 Comments:

Blogger Mauro Ferreira said...

Arnaldo Antunes (à esquerda em foto de Márcia Xavier) vai lançar no segundo semestre de 2009 álbum de inéditas produzido por Fernando Catatau, o bom guitarrista do grupo Cidadão Instigado. Intitulado Iê Iê Iê, o disco tem um tom dançante e traz no repertório duas novas parcerias do artista com Carlinhos Brown e Marisa Monte. Paralelamente, Arnaldo já planeja gravar outro CD. Este futuro trabalho vai ser dividido com Edgard Scandurra, guitarrista do extinto Ira! - grupo contemporâneo da banda, Titãs, que revelou Antunes. O projeto com Scandurra pode começar a ser concretizado ainda em 2009 (mas não sai este ano).

7 de julho de 2009 13:02  
Blogger Rodrigo said...

Arnaldo deveria se concentrar em gravar algo que sucedesse à altura a pequena obra-prima chamada "Qualquer". Esse lance aé de "tom dançante" näo cheira bem a primeira vista näo...

7 de julho de 2009 17:16  
Anonymous Anônimo said...

Caramba 3 projetos! é isso mesmo?...
Pq Arnaldo Antunes, Edgard Scandurra, Taciana Barros e Antônio Pinto estavam com seus filhos no show "Pequeno cidadão", que até pensei q iria virar Cd ou DVD...Agora fiquei na dúvida...

7 de julho de 2009 19:05  
Anonymous Anônimo said...

Este merece respeito.

Mas, mesmo que eu respeite profundamente o tom mais leve e calmo de "Saiba" (menos, ainda há peso ali), "Qualquer" e "Ao Vivo no Estúdio", confesso: gosto muito mais daquele Arnaldo gritalhão, berrador, caótico.

"Nome", "Ninguém", "O Silêncio" e "Um Som" estão entre os melhores CDs que já ouvi na vida.

Felipe dos Santos Souza

7 de julho de 2009 22:13  

Postar um comentário

<< Home