30 de junho de 2009

Os discos do semestre são de Aydar, Ná e Zélia

Terça-feira, 30 de junho - Três cantoras lançaram os melhores CDs do primeiro semestre de 2009. Mariana Aydar, Ná Ozzetti e Zélia Duncan surpreenderam público e crítica com discos arejados, modernos e sedutores. Sem se afastar do samba, Aydar encontrou sua turma e começou a construir em seu segundo álbum - Peixes Pássaros Pessoas, lançado em abril - um universo particular, urdido com músicas de nomes promissores da atual cena indie - casos de Luisa Maita, Rodrigo Campos, Nenung e Rômulo Fróes, entre outros. Sem falar que Duani - produtor do disco ao lado de Kassin - se revelou interessante compositor de sambas. Já Ná Ozzetti reafirmou a maestria de seu canto tão cool quanto manemolente em Balangandãs, editado em maio. Neste álbum, Ná aborda o fino repertório de Carmen Miranda (1909 - 1995) sem recorrer aos clichês de brasilidade tropical insistentemente associados ao cancioneiro da efusiva Brazilian Bombshell. Notável cantora, Ná deu novas nuances ao repertório de Carmen escorada nos arranjos inventivos de Mário Manga e de Dante Ozzetti. Por sua vez, Zélia Duncan conseguiu manter o alto nível de sua discografia recente em Pelo Sabor do Gesto, álbum editado em junho. Pautado por elegante suavidade, o disco envolve belo repertório inédito numa série de barulhinhos bons criados por seus dois produtores, Beto Villares e John Ulhoa. De quebra, o CD apresentou uma das canções mais redondas dos últimos tempos, Tudo Sobre Você, parceria de Zélia com Ulhoa. Enfim, três belos discos que fizeram valer o semestre fonográfico e que, com toda certeza, já garantiram seus lugares nas listas de melhores álbuns de 2009. Que venha o segundo semestre do ano!!

34 Comments:

Blogger Mauro Ferreira said...

Terça-feira, 30 de junho - Três cantoras lançaram os melhores CDs do primeiro semestre de 2009. Mariana Aydar, Ná Ozzetti e Zélia Duncan surpreenderam público e crítica com discos arejados, modernos e sedutores. Sem se afastar do samba, Aydar encontrou sua turma e começou a construir em seu segundo álbum - Peixes Pássaros Pessoas, lançado em abril - um universo particular, urdido com músicas de nomes promissores da atual cena indie - casos de Luisa Maita, Rodrigo Campos, Nenung e Rômulo Fróes, entre outros. Sem falar que Duani - produtor do disco ao lado de Kassin - se revelou interessante compositor de sambas. Já Ná Ozzetti reafirmou a maestria de seu canto tão cool quanto manemolente em Balangandãs, editado em maio. Neste álbum, Ná aborda o fino repertório de Carmen Miranda (1909 - 1995) sem recorrer aos clichês de brasilidade tropical insistentemente associados ao cancioneiro da efusiva Brazilian Bombshell. Notável cantora, Ná deu novas nuances ao repertório de Carmen escorada nos arranjos inventivos de Mário Manga e de Dante Ozzetti. Por sua vez, Zélia Duncan conseguiu manter o alto nível de sua discografia recente em Pelo Sabor do Gesto, álbum editado em junho. Pautado por elegante suavidade, o disco envolve belo repertório inédito numa série de barulhinhos bons criados por seus dois produtores, Beto Villares e John Ulhoa. De quebra, o CD apresentou uma das canções mais redondas dos últimos tempos, Tudo Sobre Você, parceria de Zélia com Ulhoa. Enfim, três belos discos que fizeram valer o semestre fonográfico e que, com toda certeza, já garantiram seus lugares nas listas de melhores álbuns de 2009. Que venha o segundo semestre do ano!!

30 de junho de 2009 00:36  
Anonymous Anônimo said...

Balangandãs é de-li-ci-o-so!
Imperdível, transborda emoção, técnica e bom gosto nas interpretações e nos arranjos, simples e criativos.

'O da Aydar' é bem bacaninha, mas ainda prefiro o primeiro.

'O da Zélia' eu ainda não ouvi. :-)

Fernando

30 de junho de 2009 07:09  
Anonymous Anônimo said...

Minha Classificação:

1º - Aydar

2º - Zélia

3º - Ná

30 de junho de 2009 08:00  
Blogger Diego said...

Concordo com você Mauro,os 3 cds são perfeitos,mas difícil eleger só 3.Acrescentaria nessa lista dos melhores de 2009, Ana Costa (NOVOS ALVOS) e Nando Reis (DRÊS.)

30 de junho de 2009 08:32  
Blogger Leandro said...

Dos 3 discos o que mais surpreende é "Pelo sabor do Gesto",pois, após os lançamentos do sortido "Sortimento" e do marginal chique "Pré pós tudo bossa band" o que esperar de Zélia que nos encante tanto e encha nossos olhos?Pelo sabor do gesto é um novo sabor do conhecido gesto talentoso da cantora.

Sem dúvidas, o melhor até aqui!!!!!!

30 de junho de 2009 09:02  
Anonymous Anônimo said...

Nenhuma obra prima,nenhum grande disco,alíás discos muito medianos.Aydar é muito talentosa mas tem que amadurecer muito,esta muito verde ainda para o tamanho do especulado por seu nome.Ná é uma das cinco maiores cantoras do país,mas essa onda de reciclagens com ranço paulista já cansou.Zélia é boa cantora,mas muito linear,sem matizes melódicos interessantes.O maior valor deste disco é o trabalho genial de John Ulhoa.Que venha o segundo semestre que este não convenceu.P.S.A melhor gravação fica com a faixa "Confissão" do disco de Nana.Antológica!

30 de junho de 2009 10:08  
Anonymous Anônimo said...

Ná fez um disco lindo!
Zelia um disco forte e impecável.
Mariana Aydar fica para o próximo.
E viva a democracia!

30 de junho de 2009 11:10  
Anonymous Anônimo said...

Sou ao contrario da critica !
acho os três cds citados, simples DEMAIS ! música brasileira ja esteve em melhores tempos !

opiniao é opininao, e esse é a minha!


Romullo Gomes

30 de junho de 2009 12:51  
Anonymous Flávio Henrique said...

Concordo com o Mauro. E penso que Verônica Ferriani, Ceumar e Guinga e Paulo Sérgio Santos teriam de ter menção honrosa.

30 de junho de 2009 13:18  
Anonymous Anônimo said...

Os cds da Verônica Sabino e da Paula Morelembaum dão de 1000 nesses aí!!!

30 de junho de 2009 13:48  
Anonymous Anônimo said...

Flavio,

Comprei o da Verônica Ferriani e me decepcionei. Esperava bem mais, pois gostei da sua gravação no Cantoras da Lapa!
A Aydar eu tentei ouvir e não gostei também. Depois do Kavita 1, que não era nenhuma maravilha, achei esse daí um saco. Méritos da Mariana que convida a cada cd um sambista diferente. Talvez quando o samba sair da crista ela pare com isso. Quando tiver a R$ 9,90 eu compro esse segundo mesmo não tendo gostado!
Dos citados eu gostei muito do da Zélia. O da Ná eu não posso opinar até porque não ouvi. Abraços,

Marcelo Barbosa - Brasília (DF)

30 de junho de 2009 14:41  
Anonymous Anônimo said...

Ao anônimo das 13:48, o CD da Morelenbaum é de 2008.

Também incluiria Verônica Ferriani e Ceumar logo abaixo dos 3 citados pelo Mauro.

E concordo com o anônimo das 08:00

1-Aydar
2-Zélia
3-Zélia
4-Ferriani
5-Ceumar

30 de junho de 2009 15:21  
Blogger Neysi said...

Não consegui gostar da Mariana Aydar, juro que ouvi com boa vontade o cd, mas para mim não deu.
O da Ná está muito bonito apesar do repertório algo batido.
O da Zélia acabei de comprar, preciso ouvir com mais cuidado, numa primeira audiçao ~me pareceu agradável, mas não me impressionou.
Gostei muito dos cds da Ceumar, do Nando Reis e da Nana Caymmi...Ana Costa gostei também...
Sou fã do seu blog
Abraços

30 de junho de 2009 16:45  
Anonymous Anônimo said...

Gente não tenho gosto duvidoso para música,mas Mariana Aydar não tem como engolir.Desculpa.Verônica Ferriani fez um disco muito mais bem cantado.A Ná fez um disco feliz pelos 100 anos da Pequena Notável,apenas isso.A Zelia fez sim um belo CD.Mauro vc não gosta de cantor?Só mulheres?É não tem mesmo grandes cantores.

30 de junho de 2009 17:37  
Anonymous Diogo ! said...

Só posso falar bem de Ná Ozzetti e esse seu novo trabalho.10!!!

PS: Mauro me fez lembrar de Marisa Monte com as expressões " universo particular " e " barulhinhos bons " ao falar de Aydar e Zélia.

30 de junho de 2009 18:28  
Anonymous Anônimo said...

O melhor disco brasileiro do primeiro semestre é o Funk carioca no disco The End, do Black Eyed Peas. Aiás pela primeira vez no topo da parada americana. A Fergie esta com uma interpretação nitidamente inspirada nas funqueiras cariocas. Aqui no Brasil estamos na saudavel fase do Work in progress, inclusive as 3 citadas, nada de novo ainda mas sem dúvida ótimos trabalhos. A Mariana fez o melhor trabalho. Zélia tb olha pro futuro, e quando ele chegar ela vai estar preparada.

30 de junho de 2009 19:35  
Blogger Tadeu said...

São 3 belos CDs. O dá Ná ainda não ouvi, mas vi o show. Mas incluiria mais dois na lista: Verônica Ferriani (CD homônimo) e Cris Aflalo - Quase tudo dá.
Já em julho teremos os lançamentos dos CDs de Bruna Caram (tá lindo!), Céu, Ana Cañas e outros.

30 de junho de 2009 20:05  
Anonymous Anônimo said...

Concordo com a citação dos 3 trabalhos, ótimos! E como "top" 3 são todos deliciosos. Minha lista:

1. Zélia - por ser uma surpresa esse CD delicioso de maioria inédita.
2. Ná - por ser maravilhoso, ponto.
3. Aydar - por todo charme - inclusive dela.


Helena M.

30 de junho de 2009 20:44  
Anonymous Anônimo said...

Adorei o CD da Aydar (como pode ter tanta gente não gostado, será que ouviram "Nada Disso é Pra Você" ....

Ná é uma das melhores cantoras do Brasil e fez isso: um CD de cantora. Songbook com lindos arranjos e sua voz maravilhosa. Mas por não serem inéditas perde ponto pra mim, considerando a capacidade de compor de Ná e sua turma (Dante Ozzetti, Luiz Tatit, Fábio Tagliaferri e outros).

O CD da Zélia é outra surpresa. Depois do conceitual "Pré-pós-tudo-bossa-band", achei que ela viria mais cabeça ainda, e ... eis que ela mergulha de cabeça no pop, chama o Ulhoa e faz um CD bom de ouvir, curtir e com músicas lindas.

Outros citados aqui tmb considero bons lançamentos do semestre:

Ceumar - como sempre faz discos lindos, mas com algumas canções que poderaim ter ficado de fora (no caso desse com 20 faixas sobraram várias)

Verônica - Ótima cantora, tem tudo pra desabrochar no CD que tá gravando com o Chico Saraiva, pq esse é metade bom e metade chato d+.

Gostei tmb do CD da Verônica Sabino (elegante mas com muitas regravações) e da Nana tmb (outro elegante com muitas regravações).

E outro que merece citação é o CD do Marcos Sacramento
"Na Cabeça", que além de excelente cantor, trabalhou com 3 músicos e arranjadores e fez um disco lindo tmb.

30 de junho de 2009 20:52  
Anonymous Anônimo said...

E pra apimentar o Blog:

Em quem vocês apostam para o 2º semestre????

30 de junho de 2009 20:52  
Anonymous Anônimo said...

A Ceumar é mega chatinha. Não dá nem para saída com a NaYdarDucan.

Quem gravou um puta disco esse ano foi a Rosália de Souza (D'improvviso). Vale ouro!

Fernando

30 de junho de 2009 21:04  
Blogger MIster Teles, o Musical said...

Eu adorei os tres discos, mas o da Zélia realmente me conquistou de vez! Um disco lindo, uma verdadeira obra de arte, adorei o encarte com desenhos de Brigida Baltar, Zélia fez um disco sensível, bonito, magistral, sublime, harmonioso, radiante, introspectivo, poético, romântico!
Tambem me encantei com o disco novo da Ná, muito gostoso de ouvir, é um disco que parece que me leva ao palco teatral! E tb gostei da Mariana Aydar que venham mais discos gloriosos no segundo semestre!

30 de junho de 2009 23:08  
Anonymous Anônimo said...

Anonimo da 20:52 !
espero para o segundo semestre o CD em que elza canta JAZZ ! Deve ser de um bom gosto espetacular como foi beba-me !

Romullo Gomes

1 de julho de 2009 00:14  
Anonymous Anônimo said...

Conheço bem os fonogramas da Carmem Miranda e digo sem medo que ninguém depois da pequena notável ostentou com mais brios os balangandas da original do que Ná Ozzetti.
Balagandâs, o disco, honra tanto o passado de Cramem quanto o da Ná que evoca um dos seus melhores e mais originais trabalhos, o Rumo Aos Antigos.
Ná é uma original, o termo reciclagem com ela perde o sentido.

1 de julho de 2009 08:42  
Anonymous Anônimo said...

Fernado falou : Rosália de Souza (D'improvviso). Assino embaixo.
A mulher é o bicho. Pouco conhecida aqui e com estrada na Europa, especialmente Itália.
É delicioso o disco da moça, que por sinal também é um pitéu, como diria vovó Ondina

Carioca da Piedade

1 de julho de 2009 09:05  
Anonymous Anônimo said...

Pro 2º semestre aposto em:

Ana Carolina
Ana Canãs
Mariana Baltar
Verônica Ferriani
Céu
Moska
Ney Matogrosso
Maria Gadu
Déa Trancoso
Vânia Abreu
João Pinheiro

1 de julho de 2009 12:19  
Anonymous Anônimo said...

Me surpreendi com a simplificação em alguns comentàrios sobre o disco da Nà.Acho que ali em termos musicais ela se superou.Maturidade e frescor.Arranjos demais. E isso com um cd de, digamos,clàssicos.
Mariana, ouvi, ela é legal.Mas ainda tem chão. Zélia, mesmo respeitando, não consigo. Juro que tentei, mas não consigo achar interessante,acho que é pelo timbre.
O melhor para mim fica sendo o balangandãs.

1 de julho de 2009 12:51  
Anonymous Anônimo said...

Essa lista do 12:19, excetuando-se Ana Carolina e Ney Matogrosso, não passam de coadjuvantes da MPB, TODOS.

1 de julho de 2009 14:06  
Anonymous Anônimo said...

EU NÃO CONSIGO ELEGER NEM O DISCO DO MÊS, QUE DIRÁ DO SEMESTRE.
NOSSA MÚSICA, EM MINHA HUMILDE OPINIÃO, É RICA DEMAIS PARA CABER EM QUALQUER TIPO DE ESCALA DE NOTA OU BELEZA. E QUE BOM !

1 de julho de 2009 19:32  
Anonymous Anônimo said...

Zé Renato relendo a Jovem-Guarda e até salvando muita coisa não poderia ter ficado de fora né, Mauro ?

1 de julho de 2009 21:08  
Anonymous Anônimo said...

Pois é, Carioca da Peidade, pouca gente conhece o trabalho da pitéuzinha Rosália de Souza por aqui. Ela tem um swing duca. Belo timbre. Ótimo repertório e grande músicos ao seu lado.

Abraços.

Fernando

1 de julho de 2009 21:34  
Anonymous Anônimo said...

A lista do 12:19 é pobre.
Só tiro o Ney Matogrosso.
Ana Canãs?
"Mosca"?
Vânia Abreu?
Sei...
Pode ser até que façam discos criativos,mas duvido.

3 de julho de 2009 23:58  
Anonymous Anônimo said...

PELAS SUAS RESENHAS VOCÊ ESQUECEU DE POR O DA ANA COSTA NESSE GRUPO DO SEMESTRE.

10 de julho de 2009 19:12  
Anonymous garcia said...

E o cd " Álbum de Retratos " da Rosa Emília, Mauro ? VOCÊ também deu * * * * 1/2 como os citados acima ...

3 de setembro de 2009 15:36  

Postar um comentário

<< Home