5 de junho de 2009

Em cena, Ana Costa precisa focar mais seu alvo


Resenha de Show
Título: Novos Alvos
Artista: Ana Costa (em fotos de Mauro Ferreira)
Participações especiais: Leila Pinheiro e Oswaldo Cavalo
Local: Varanda da Vivo Rio (RJ)
Data: 4 de junho de 2009
Cotação: * * *
Das cantoras e compositoras mais identificadas com o universo do samba, Ana Costa é uma das que começam a apresentar assinatura pessoal em sua obra. O recém-lançado segundo álbum da artista, Novos Alvos, superou seu antecessor Meu Carnaval (2006), fazendo com que a cantora, sem sair de sua roda, extrapolasse as fronteiras do samba. Por isso mesmo, Ana precisa focar mais seus alvos em cena. O show de lançamento do novo CD - que estreou na noite de quinta-feira, 4 de junho de 2009, na varanda da casa Vivo Rio - precisa de ajustes. Resulta longo demais, não tanto pela duração em si (cerca de 1h45m), mas pelo roteiro ainda meio desequilibrado e pelos agradecimentos excessivos. Para piorar o quadro, o novo espaço da casa Vivo Rio - uma varanda mesmo, coberta, mas aberta dos lados - é tão agradável quanto dispersivo.
A imagem do Corcovado vista no cenário está em sintonia com o repertório de Ana Costa. A cidade do Rio de Janeiro é a musa inspiradora de boa parte dos sambas que a cantora apresenta no show. Às vezes, o cartão postal é desenhado com olhos generosos, como em Samba Cria Lei (Carlinhos Brown), o bom número de abertura. Que resulta menos empolgante no show pela ausência da cama percussiva que forra o registro de estúdio, mas, ainda assim, seduz. A sequência inicial - que inclui Novos Alvos (Mart'nália, Ana Costa e Zélia Duncan) e Coisas Simples (Claudio Jorge e Elton Medeiro) - é ótima. Ana consegue reproduzir no palco o clima fúnebre da Crônica de uma Cidade Armada (Celso Fonseca), olhar mais triste sobre um Rio sitiado pela violência de bandidos e policiais. Mas o fato é que a presença do primeiro convidado da noite, Oswaldo Cavalo, não surtiu o efeito esperado. Convocado no meio do medley que entrelaça Caderneta e A Minha Nega (Evandro Lima, Silvão Silva e Claudinho Guimarães), sambas urdidos com a descontração típica dos quintais cariocas, Cavalo mostrou dicção deficiente ao cantar o segundo tema, obtendo melhor desempenho no dueto seguinte, Pra que Pedir Perdão? (Moacy Luz e Aldir Blanc), tema do primeiro álbum de Ana Costa.
A propósito, a sequência inicial do bloco de músicas do CD Meu Carnaval - Semente do Samba (Eduardo Medrado e Kleber Rodrigues) e Não Sei o que Dá (Zélia Duncan, Ana Costa e Mart'nália), entre outras - joga o show um pouco para baixo. O pique começa a ser recuperado com Olhos Felizes (jóia do baú de Marina Lima) e com o feliz samba-exaltação Brasileiro da Gema (Marceu Vieira e Tuninho Galante), este embaçado por insistente microfonia. Contudo, o primeiro grande momento vem com a versão minimalista de Feitio de Oração (Noel Rosa e Vadico). É um registro quase a capella - sublinhado pelo toque econômico de um cavaquinho - em que se nota o fraseado elegante da cantora. O brilho da interpretação do tema foi mantido por Leila Pinheiro, a outra convidada da estreia do show. Leila entrou em cena para cantar Antiga, parceria de Ana com Zélia Duncan, com bela interpretação que mostrou seu pleno entendimento do espírito da canção. Em seguida, Ana e Leila fizeram um segundo dueto em Mudando de Conversa, numa referência à gravação feita por Dóris Monteiro com Miltinho. No fim, Almas Gêmeas (Luiz Tatit) deixou apropriado clima de estranheza no ar, saindo do universo do samba, mas abrindo caminho para o final alegre com a amaxixada Batendo Perna (Ana e Jorge Agrião) e com Quer Amar Mamãe (delícia de Martinho da Vila). Enfim, um show que pode ficar ainda melhor quando as gorduras forem tiradas. É só focar mais o alvo...

3 Comments:

Anonymous Jair said...

um show de uma hora e 45 não é longo. se pareceu, é porque tem problema

6 de junho de 2009 00:34  
Anonymous Anônimo said...

Ana e Leila cantando juntas !!
Foi de arrepiar !!
Sucesso...

Fátima do Rio

6 de junho de 2009 11:56  
Anonymous Anônimo said...

Eu gosto muito dessa cantora, espero que ela se firme como uma grande estrela do samba.

Luiz Leite - Belém/PA.

8 de junho de 2009 11:17  

Postar um comentário

<< Home