1 de abril de 2009

Padres e sertanejos lideram o mercado em 2008

Com 542 mil cópias vendidas, o álbum Vida - já o 11º título da discografia de padre Fábio de Melo - foi o CD mais vendido no Brasil em 2008. De acordo com o ranking da Associação Brasileira de Produtores de Discos (ABPD), padres e sertanejos lideraram o mercado fonográfico no ano passado. Marcelo Rossi e Victor & Leo, por exemplo, aparecem com dois títulos, cada um, na lista dos 10 CDs mais vendidos - dos quais sete foram lançados pela Sony Music. Já na relação dos DVDs aparecem cantoras como Marisa Monte e Amy Winehouse, estranhas no ninho populista do ranking do mercado, bem como Roberto Carlos e Caetano Veloso, presentes com o CD e DVD gravados ao vivo em show dedicado à música de Tom Jobim (1927 - 1994). Eis os previsíveis campeões de vendas do (anêmico) mercado fonográfico brasileiro em 2008:
CDs
1. Vida - Padre Fábio de Melo
(LGK Music / Som Livre) - 542 mil
2. Paz Sim, Violência Não Vol. 1 - Padre Marcelo Rossi
(Sony Music) - 280 mil
3. Borboletas - Victor & Leo
(Sony Music) - 260 mil
4. Ao Vivo em Uberlândia - Victor & Leo
(Sony Music) - 230 mil
5. Ivete no Maracanã - Multishow ao Vivo - Ivete Sangalo
(Universal Music) - 420 mil (total desde o lançamento em 2007)
6. Paz Sim, Violência Não Vol. 2 - Padre Marcelo Rossi
(Sony Music) - 180 mil
7. Zezé Di Camargo & Luciano - Zezé Di Camargo & Luciano
(Sony Music) - 160 mil
8. Roberto Carlos, Caetano Veloso e a Música de Tom Jobim
- Roberto Carlos e Caetano Veloso (Sony Music) - 143 mil
9. Dois Quartos - Multishow ao Vivo - Ana Carolina
(Sony Music) - 142 mil
10. Coração Bandido - Leonardo
(Universal Music) - 140 mil

DVDs
1. Paz Sim, Violência Não Vol. 1 - Padre Marcelo Rossi
(Sony Music) -230 mil
2. Ivete no Maracanã - Multishow ao Vivo - Ivete Sangalo

(Universal Music) - 765 mil (total desde o lançamento)
3. Dois Quartos - Multishow ao Vivo - Ana Carolina
(Sony Music) - 170 mil
4. Infinito ao meu Redor - Marisa Monte
(Phonomotor / EMI Music) - 160 mil
5. Ao Vivo em Uberlândia - Victor & Leo
(Sony Music) - 132 mil
6. Ao Vivo em Copacabana - Claudia Leitte
(Universal Music) - 126 mil
7. Xuxa Só pra Baixinhos 8 - Xuxa
(Som Livre) - 119 mil 969
8. I Told You I Was a Trouble - Amy Winehouse
(Universal Music) - 120 mil (total desde o lançamento em 2007)
9. Roberto Carlos, Caetano Veloso e a Música de Tom Jobim
- Roberto Carlos e Caetano Veloso (Sony Music) - 105 mil
10. Em Casa ao Vivo - Alexandre Pires
(EMI Music) - 90 mil

14 Comments:

Blogger Mauro Ferreira said...

Com 542 mil cópias vendidas, o álbum Vida - já o 11º título da discografia de padre Fábio de Melo - foi o CD mais vendido no Brasil em 2008. De acordo com o ranking da Associação Brasileira de Produtores de Discos (ABPD), padres e sertanejos lideraram o mercado fonográfico no ano passado. Marcelo Rossi e Victor & Leo, por exemplo, aparecem com dois títulos, cada um, na lista dos 10 CDs mais vendidos - dos quais sete foram lançados pela Sony Music. Já na relação dos DVDs aparecem cantoras como Marisa Monte e Amy Winehouse, estranhas no ninho populista do líderes do mercado, assim como Roberto Carlos e Caetano Veloso, presentes com o CD e DVD gravados ao vivo em show dedicado à música de Tom Jobim (1927 - 1994). Eis os previsíveis campeões de vendas do (anêmico) mercado fonográfico brasileiro em 2008:
CDs:
1. Vida - Padre Fábio de Melo
(LGK Music / Som Livre)
2. Paz Sim, Violência Não Vol. 1 - Padre Marcelo Rossi
(Sony Music)
3.Borboletas - Victor & Leo
(Sony Music)
4. Ao Vivo em Uberlândia - Victor & Leo
(Sony Music)
5. Ivete no Maracanã - Multishow ao Vivo - Ivete Sangalo
(Universal Music)
6. Paz Sim, Violência Não Vol. 2 - Padre Marcelo Rossi
(Sony Music)
7. Zezé Di Camargo & Luciano - Zezé Di Camargo & Luciano
(Sony Music)
8. Roberto Carlos, Caetano Veloso e a Música de Tom Jobim
- Roberto Carlos e Caetano Veloso (Sony Music)
9. Dois Quartos - Multishow ao Vivo - Ana Carolina
(Sony Music)
10. Coração Bandido - Leonardo
(Universal Music)
DVDs
1. Paz Sim, Violência Não Vol. 1 - Padre Marcelo Rossi
(Sony Music)
2. Ivete no Maracanã - Multishow ao Vivo - Ivete Sangalo
(Universal Music)
3. Dois Quartos - Multishow ao Vivo - Ana Carolina
(Sony Music)
4. Infinito ao meu Redor - Marisa Monte
(Phonomotor / EMI Music)
5. Ao Vivo em Uberlândia - Victor & Leo
(Sony Music)
6. Ao Vivo em Copacabana - Claudia Leitte
(Universal Music)
7. Xuxa Só pra Baixinhos 8 - Xuxa
(Som Livre)
8. I Told You I Was a Trouble - Amy Winehouse
(Universal Music)
9. Roberto Carlos, Caetano Veloso e a Música de Tom Jobim
- Roberto Carlos e Caetano Veloso (Sony Music)
10. Em Casa ao Vivo - Alexandre Pires (EMI Music)

1 de abril de 2009 12:05  
Blogger Rio de Janeiro a Dezembro said...

Tirando Marisa Monte, Caetano e Roberto, Amy Winehouse e Ana Carolina (Essa já com a imagem desgastada), o resto é PURO LIXO!!! Trabalho numa loja de cds e sempre que posso ressalto para os clientes o quão esses artistas são ruins.

1 de abril de 2009 12:13  
Anonymous Anônimo said...

A pergunta que não quer calar: entre os "dez mais" algum se salva?

1 de abril de 2009 12:15  
Anonymous André Buda said...

Os culpados somos nós. Nós gostamos do artista e fazemos 1.000 de downloads do álbum dele na internet e não compramos. Já esses citados na lista possuem consumidores realmente fiéis e que, muitas vezes, não têm contato algum com a web. Nós, gente moderna e antenada, não compramos mais cd's e, por isso, esse fiasco de qualidade que ela é.

1 de abril de 2009 12:39  
Anonymous Anônimo said...

Outra pergunta que não quer calar: o que faz de uns LIXO e de outros LUXO?

Não consigo pensar em nada diferente de gosto pessoal.

Vamos pensar mais por nós mesmos, gente. Ser teleguiado achando que não é pode ser muito pior que ser só teleguiado.

Abraços.

1 de abril de 2009 12:55  
Blogger André Luís said...

Olha, eu vou salvar somente Marisa Monte, Caetano Veloso e Roberto Carlos. O resto tô fora, tô longe, sai daqui!

Os gêneros e artistas mais populares, populistas, populeiros (ou outro termo que queira usar). Eis os que vendem. Mas a QUALIDADE nunca esteve tão distante de QUANTIDADE, em tratando-se do mercado fonográfico brasileiro (o americano também). É sempre assim. Por isso quero o "Lado B" das coisas, aqueles que não estão expostos (de forma saturada) na mídia (com poucas exceções). Há muito mais (e melhor), a léguas da grande massa...

1 de abril de 2009 13:47  
Blogger Gabriel medeiros said...

gente,kd a madonna?

1 de abril de 2009 15:27  
Blogger Entrete[discer]nimento said...

Olá Mauro, tudo bom?
Passo aqui para divulgar o meu blog musical recém saído do forno. Hoje publiquei uma entrevista com o músico pernambucano China, que montou a banda Del Rey para homenagear Roberto Carlos.
Dá uma olhada lá!

http://entretediscernimento.blogspot.com/2009/04/mais-uma-direto-de-recife.html

Abraços,
Silvio Luz

1 de abril de 2009 18:27  
Anonymous Anônimo said...

sincero

meu maior medo, não é de ver dois padres, liderando a vendagem de disco no brasil, meu medo é que diante da debandada geral de fieis,o que geraria queda de arrcadação(se é que vcs me entendem) a igreja catolica começe a lançar mão de padres cantores.
vai ser um deus nos acuda, quem sabe no futuro proximo a lista dos dez mais vendidos seja só de padres.

1 de abril de 2009 19:20  
Anonymous Anônimo said...

Desde quando Marisa Monte é estranha no ninho populista? Aliás, ela faz por onde pertencer a esse nicho lançando, estrategicamente, pérolas bregas como "Amor, I Love You", "Já Sei Namorar", entre outras.

Bons tempos os de "Verde Anil Amarelo Cor de Rosa e Carvão"!

1 de abril de 2009 19:47  
Anonymous Anônimo said...

Desde quando Marisa Monte é estranha no ninho populista? (2), digo o mesmo de caetano que já lançou "pérolas bregas" como sonhos. Roberto e Ana Carolina, estes então, se não são bregas, são o que?

2 de abril de 2009 06:23  
Anonymous Anônimo said...

Amy Winehouse é uma estranhas no ninho populista ? Seus barracos e vexames fazem (muito) mais sucesso que suas musicas ...

2 de abril de 2009 07:53  
Anonymous Dirce said...

Coringa...

2 de abril de 2009 21:52  
Anonymous Anônimo said...

Mauro sei que voce não gosta de Ivete, só não entendi pq só el vc destacou a vendagem total e não somente a do ano de 2008???

5 de abril de 2009 22:43  

Postar um comentário

<< Home