17 de abril de 2009

"I Feel Cream' pode recolocar Peaches na pista

Resenha de CD
Título: I Feel Cream
Artista: Peaches
Gravadora: XL
Recordings
Cotação: * * * 1/2

O imenso universo pop anda tão volátil que é possível que quase ninguém se lembre mais de Peaches. A hype canadense Merrill Beth Nisker causou sensação em 2000 com álbum, The Teaches of Peaches, de alto teor erótico e um som sujo que misturava rock de textura punk com acelerados beats eletrônicos. Nas lojas do exterior a partir de 5 de maio de 2009, mas já vazado na internet, I Feel Cream é o quarto álbum da artista e tem cacife para recolocá-la na pista. Conduzida por time de produtores espertos recrutados nos coletivos Digitalism, Simian Mobile Disco e Soulwax, Peaches apresenta som mais limpo - organizado seria adjetivo mais apropriado - e de menor teor erótico (mas ainda alto para os padrões convencionais). Entre o electro (Take You on e a faixa-título, I Feel Cream) e o rock de clima quase garageiro (Talk to me, destaque do repertório), a artista investe em sonoridades que lembram o rap produzido em escala industrial nos Estados Unidos. Billionaire é uma das faixas que aposta no filão. Mommy Complex também evoca o hip hop, mas com grooves eletrizantes moldados para a pista. Vale destacar ainda no álbum o elegante minimalismo eletrônico de Lose You e o tom electro-punk de Show Stopper, faixa que remete ao incensado The Teaches of Peaches. No todo, I Feel Cream esbanja energia. E tem pegada!!

2 Comments:

Blogger Mauro Ferreira said...

O imenso universo pop anda tão volátil que é possível que quase ninguém se lembre mais de Peaches. A hype canadense Merrill Beth Nisker causou sensação em 2000 com álbum, The Teaches of Peaches, de alto teor erótico e um som sujo que misturava rock de textura punk com acelerados beats eletrônicos. Nas lojas do exterior a partir de 5 de maio de 2009, mas já vazado na internet, I Feel Cream é o quarto álbum da artista e tem cacife para recolocá-la na pista. Conduzida por time de produtores espertos recrutados nos coletivos Digitalism, Simian Mobile Disco e Soulwax, Peaches apresenta som mais limpo - organizado seria adjetivo mais apropriado - e de menor teor erótico (mas ainda alto para os padrões convencionais). Entre o electro (Take You on e a faixa-título, I Feel Cream) e o rock de clima quase garageiro (Talk to me, destaque do repertório), a artista investe em sonoridades que lembram o rap produzido em escala industrial nos Estados Unidos. Billionaire é uma das faixas que aposta no filão. Mommy Complex também evoca o hip hop, mas com grooves eletrizantes moldados para a pista. Vale destacar ainda no álbum o elegante minimalismo eletrônico de Lose You e o tom electro-punk de Show Stopper, faixa que remete ao incensado The Teaches of Peaches. No todo, I Feel Cream esbanja energia. E tem pegada!!

17 de abril de 2009 09:59  
Blogger PedroPeter said...

Paches é ótima. Aqui em Sampa eu ia numa balada que tocava umas 5 músicas dela por noite. Tanto do Th teaches of Peaches, quanto do Father Fucker (que é um ótimo álbum tb, mas com uma pegada mais roqueira).

17 de abril de 2009 22:54  

Postar um comentário

<< Home