25 de abril de 2009

Eletricidade de Ivete em cena redime seu roteiro


Resenha de Show
Título: Ivete Sangalo
Artista: Ivete Sangalo (em fotos de Mauro Ferreira)
Local: Citibank Hall (RJ)
Data: 24 de abril de 2009
Cotação: * * * 1/2
Em cartaz até sábado, 25 de abril de 2009
"O astral está bom, viu, minha gente?", avaliou Ivete Sangalo - com razão - antes de cantar Ilumina, terceiro número do incendiário show que a trouxe de volta aos palcos cariocas na noite de sexta-feira, 24 de abril de 2009. A pista da casa Citibank Hall estava ocupada pela metade, mas o astral estava realmente bom no palco e na platéia, ajudando a cantora a fazer um bom show desde o explosivo primeiro número: um medley que juntou Cadê Dalila? (o hit de Ivete no Carnaval de 2009 - com direito a uma entrada triunfal da artista em cena), Levada Louca e Empurra-Empurra. Houve fogo no número de abertura e nas imagens projetadas no telão, durante Abalou, mas o calor maior veio da própria cantora.
É fato que o repertório mais recente de Ivete peca pelo tom populista, excessivo até para os padrões flexíveis do gênero afro-pop-baiano rotulado como axé music. Mas é fato também que, em cena, a cantora possui inegáveis carisma e eletricidade. Ajudada por esse poder de fogo, pelos grooves azeitados de sua Banda do Bem e por infra-estrutura hi-tech, a cantora consegue prender a atenção de seu público. Até porque, no seu tabuleiro, a baiana não põe apenas seus próprios hits como Festa e Sorte Grande, ambos apresentados logo na primeira metade do show. Entram no balaio sucessos radiofônicos de Marisa Monte (Não É Proibido), Seu Jorge (Burguesinha), Tim Maia (a infalível Não Quero Dinheiro - Só Quero Amar) e Jorge Ben Jor (País Tropical). Ivete recorre até ao refrão do maior hit de Amy Winehouse, Rehab, para animar a festa. Afinal, os shows de Ivete são uma festa para fazer o povo "sair do chão", como ela mesmo repete diversas vezes. E, sim, a festa foi animada na volta da cantora aos palcos do Rio de Janeiro.
Entre baladas sentimentais como Deixo, (turbinada com um solo heavy da guitarra de Jaguar), Não Precisa Mudar e Agora Eu Já Sei (música do ainda inédito CD/DVD Pode Entrar que tem pinta de hit), a cantora acelera os beats em números aditivados por coreografias dos bailarinos, repetidas por Ivete. E também pelo público, como em A Galera. Até um medley de lambada - com Chorando se Foi (sucesso do efêmero grupo Kaoma) e Preta (hit do também sumido Beto Barbosa) - entra na dança. No resumo da ópera pop baiana, a eletricidade de Ivete - quem a vê correndo de um lado ao outro do palco nem lembra que ela está grávida de quatro meses - até redime o roteiro, esvaziado com dispensáveis reverências aos vários convidados supostamente vips presentes no show. Na estreia, a artista também se excedeu nos afagos no ego da platéia e nas louvações ao Rio de Janeiro - o longo bis foi aberto com trecho do Samba do Avião (Tom Jobim) - mas é fato que a festa é boa. Em cena, o repertório de Ivete cresce e aparece.

45 Comments:

Blogger Mauro Ferreira said...

Resenha de Show
Título: Ivete Sangalo
Artista: Ivete Sangalo
Local: Citibank Hall (RJ)
Data: 24 de abril de 2009
Cotação: * * * 1/2
Em cartaz até sábado, 25 de abril de 2009
"O astral está bom, viu, minha gente?", avaliou Ivete Sangalo - com razão - antes de cantar Ilumina, terceiro número do incendiário show que a trouxe de volta aos palcos cariocas na noite de sexta-feira, 24 de abril de 2009. A pista da casa Citibank Hall estava ocupada pela metade, mas o astral estava realmente bom no palco e na platéia, ajudando a cantora a fazer um bom show desde o explosivo primeiro número: um medley que juntou Cadê Dalila? (o hit de Ivete no Carnaval de 2009 - com direito a uma entrada triunfal da artista em cena), Levada Louca e Empurra-Empurra. Houve fogo no número de abertura e nas imagens projetadas no telão, durante Abalou, mas o calor maior veio da própria cantora.
É fato que o repertório mais recente de Ivete peca pelo tom populista, excessivo até para os padrões flexíveis do gênero afro-pop-baiano rotulado como axé music. Mas é fato também que, em cena, a cantora possui inegáveis carisma e eletricidade. Ajudada por esse poder de fogo, pelos grooves azeitados de sua Banda do Bem e por infra-estrutura hi-tech, a cantora consegue prender a atenção de seu público. Até porque, no seu tabuleiro, a baiana não põe apenas seus próprios hits como Festa e Sorte Grande, ambos apresentados logo na primeira metade do show. Entram no balaio sucessos radiofônicos de Marisa Monte (Não É Proibido), Seu Jorge (Burguesinha), Tim Maia (a infalível Não Quero Dinheiro - Só Quero Amar) e Jorge Ben Jor (País Tropical). Ivete recorre até ao refrão do maior hit de Amy Winehouse, Rehab, para animar a festa. Afinal, os shows de Ivete são uma festa para fazer o povo "sair do chão", como ela mesmo repete diversas vezes. E, sim, a festa foi animada na volta da cantora aos palcos do Rio de Janeiro.
Entre baladas sentimentais como Deixo, (turbinada com um solo heavy da guitarra de Jaguar), Não Precisa Mudar e Agora Eu Já Sei (música do ainda inédito CD/DVD Pode Entrar que tem pinta de hit), a cantora acelera os beats em números que exibem coreografias dos bailarinos, repetidas por Ivete. E também pelo público, como em A Galera. Até um medley de lambada - com Chorando se Foi (sucesso do efêmero Kaoma) e Preta (hit do também sumido Beto Barbosa) - entra na dança. No resumo da ópera pop baiana, a eletricidade de Ivete - quem a vê correndo de um lado ao outro do palco nem lembra que ela está grávida de quatro meses - até redime o roteiro, esvaziado com dispensáveis reverências aos vários convidados supostamente vips presentes no show. Na estreia, a artista também se excedeu nos afagos no ego da platéia e nas louvações ao Rio de Janeiro - o longo bis foi aberto com trecho do Samba do Avião (Tom Jobim) - mas é fato que a festa é boa. Em cena, o repertório de Ivete cresce e aparece.

25 de abril de 2009 13:16  
Anonymous Anônimo said...

Por mim tudo bem. Esse é o lugar dela e não em um show de Andrea Bocelli !

25 de abril de 2009 13:52  
Anonymous Anônimo said...

arrasada... Mauro gosta da Veveta!!! \o/

25 de abril de 2009 13:52  
Anonymous Anônimo said...

Até eu cresço e apareço com essa Produ$ão toda. Eu quero ver é com microfone na mão e no centro do palco sem pula pra lá e pula pra cá para distrair os pobres espectadores.

25 de abril de 2009 14:09  
Anonymous Anônimo said...

Sem programa, Mauro ?

25 de abril de 2009 14:10  
Anonymous Anônimo said...

essa ivete faz sucesso pq é diplomática com tudo e com todos. diante da tv é simpatica com todo mundo, todo mundo é muito bonzinho, sei não, é tudo muito arrumadinho pra ivetinha. musicas boas e cantar, isso ela nao apresenta.

25 de abril de 2009 14:32  
Anonymous Anônimo said...

Mauro,pelo andar da carruagem, é só vc assistir mais um show da Ivete para virar fã de carteirinha dela.

25 de abril de 2009 14:36  
Anonymous Anônimo said...

Mais uma vez não dão o braço a torcer para o talento de Ivete. Agora é a eletrecidade para justificar sua musicalidade.

25 de abril de 2009 14:44  
Anonymous rafhael said...

Ivete está para o Brasil, como Madonna está para o mundo, copiada, xerocada e imitada mais nunca duplicada! Eis ai um exemplo de uma grande cantora que mesmo com um repertorio que não tem muito a dizer consegue magnetizar platéias de todo país com a sua energia, talento e carisma. Não acredito ser Ivete uma moda passageira, pois já faz um bom tempo que ela só faz crescer, muitos a criticam por seguir aquele ditado que diz " em time que se ganha não se mexe" e creio eu que toda essa alegria simplória de micareta que lhe é peculiar vai render pano pra muita manga! enquanto a formula não se esgota, Ivete segue rica, bonita, no papel de mulher mais famosa do Brasil,questionada por alguns, odiada por outros, porém idolátrada por muitos.

25 de abril de 2009 14:57  
Anonymous Anônimo said...

PREFIRO NÃO COMENTAR...

25 de abril de 2009 15:29  
Anonymous Anônimo said...

Até sábado eu nem passo perto.

25 de abril de 2009 15:36  
Anonymous Anônimo said...

Anônimo que citou Ivete no centro do palco: acho que chegaste no ponto. Um show deste tipo com tanta luz, efeitos, dançarinos, um "vamos pular" aqui, um "todo mundo com as mão para cima" ali DESVIA A ATENÇÃO (ATÉ O MAURO CAI NO CONTO DO VIGÁRIO). Vira Circo e perde sua essência de Show de MÚSICA - REPITO: MÚSICA!
Dona Ivete - ou sua produ$$$$$ão (adorei também) - deveriam tentar algo mais simples e musical para provarem seu valor. ATÉ QUE ISSO ACONTEÇA NÃO TEM JEITO: É SÓ ADRENALINA COM ALGUMAS DOSES DE ÁLCOOL NO SANGUE E NA MENTE.
Tenta Ivete, quem sabe até eu passe a gostar de sua música como aprendi a gostar da de Daniela quando justamente parou de "apelar" para a catarse coletiva.

25 de abril de 2009 20:29  
Anonymous Anônimo said...

Quem tem de se preocupar com Ivete é Asa de Águia, Cláudia Leite, Chiclete com Banana... DANINHA JÁ ESTÁ EM OUTRO PATAMAR, PELO MENOS UNS 10 DEGRAUS ACIMA.

25 de abril de 2009 20:53  
Anonymous Anônimo said...

Não creio que ela não convidou o Andrea Bocelli ?

25 de abril de 2009 20:55  
Anonymous Anônimo said...

O repertório é uma zorra. Atira para tudo que é lado. Apela mesmo. Tem que agradar todas as religiões, torcidas de futebol, partidários políticos. O negócio é sério mesmo. A produção rala mais que a própria cantora.

25 de abril de 2009 20:58  
Anonymous Anônimo said...

Tem Marisa Monte, Kaoma, Jorge Ben, Tom Jobim. Se não é barzinho é cirquinho.

25 de abril de 2009 21:09  
Anonymous Anônimo said...

Mauro, tá começando a gostar hein ?
Tem que tomar vacina senão pega.

25 de abril de 2009 21:22  
Anonymous Anônimo said...

Assim vc perde prestígio.
o que vc comentou é horrível e vc acha bacana.Claro que meu comentário não vai ser publicado.

25 de abril de 2009 22:22  
Anonymous Anônimo said...

Não acredito!!!!!!!
Vc fala tudo isso e ainda diz que o show é bommmmm.

25 de abril de 2009 22:25  
Anonymous Anônimo said...

O talento e carisma de Ivete Sangalo são absolutamente inegáveis. O problema TODO é repertório, mas isso, com boa vontade, se ajeita.

25 de abril de 2009 22:59  
Anonymous Anônimo said...

Ivete Sangalo não é coisa recente: desde 1999 - sua estréia sólo - se mantém firme como a maior cantora, a mais popular, a que mais vende, a maior show-woman desse país e isso é fato. Fato que na verdade vem desde a Banda Eva, em 93 e só foi crescendo, crescendo e amadurecendo. Só não vê - ou adimite - quem não quer. Que outro artista com repetório popular - ou populista como quiserem! - e fazendo o que ela faz se mantém no topo até hoje, aqui no Brasil??? Tendo programa na TV (exatamente como tiveram Elis, Chico & Caetano, Jair Rodrigues) e gozando de tamanho sucesso em todas as classes sociais??? Quantas já surgiram, apareceram e sumiram enquanto Ivete se mantém intacta e absoluta como a maior vendedora de discos desse país nessa crise desgraçada que assola a indústria do disco? Isso é marketing? Enganação? Não queridos, pois ninguém se mantém tanto tempo assim sem um detalhe básico: competência. E isso Ivetão tem de sobra e pra mais 50 anos.

Ivete é única e graças a Deus, brasileira!!!

Beijos!

25 de abril de 2009 23:46  
Anonymous Anônimo said...

A casa não estava cheia? É... acho que o público começou a cansar de Ivete...

26 de abril de 2009 09:57  
Anonymous Diogo ! said...

A casa não estava cheia ? É... acho que o público começou a cansar de Ivete...(2)

Mas de uns tempos pra cá o Cittibank Hall anda penando pra lotar. Foi assim com B-52's e Alcione,por exemplo ...

26 de abril de 2009 11:39  
Anonymous Anônimo said...

Diogo, convenhamos, o público alvo do B-52's já está preguiçoso para encarar casa de show lotada, estacionamento, trânsito e o de Alcione é do estilo Ivete - só que chegado ao pseudo-samba e às mesmas baladas brega-românticas que infelizmente nossa "Marrom" passou a cantar de uns 20 anos para cá.

26 de abril de 2009 14:41  
Anonymous Anônimo said...

Adoro esses fãs de Daniela, sempre dizendo que a tal esta em um patamar superior, é tão superior que a mesma é tão sumida ( justificam isso dizendo que ela ta fazendo show no exterior..ta engana que eu gosto)
Ivete não é so produção, Ivete não é só midia, Ivete é Musica, Talento e competencia...
Faz tanto um GRANDE show, como tb faz um banquinho e um violão...

27 de abril de 2009 17:16  
Anonymous Anônimo said...

Eu nunca achei que ver nosso artista fazer show SÓ - ou MAIS - no exterior fosse algo a comemorar.
JOYCE, DORI CAYMMI, EUMIR DEODATO, NANÁ VASCONCELOS, TONINHO HORTA...
Quem dera pudessem ficar SÓ por aqui mesmo.
O problema é o brasileiro, que prefere suar e se agarrar ao som do "pula-perereca" de Ivete. TRISTE BRASIL.
Anônimo, arrume outro argumento.
Difícil, né ?

Abraços - e saúde para o "pula pra cá, pula pra lá". Sinceramente. Eu prefiro o aconchego de uma bela canção e no meu lar.

27 de abril de 2009 22:07  
Anonymous Anônimo said...

Prezado Anônino, fã eu sou é de Bethânia, Gal, Nana, Elba, Jane Duboc, Sueli Costa, Fátima Guedes, Joyce, Leny Andrade e por aí vai.
SE O OFENDI, PEÇO DESCULPAS E AINDA CABE UMA CONSTATAÇÃO: apesar de não ser fã de carteirinha conheço música o suficiente para preferir Daniela mil vezes pelo simples fato de que é melhor mil vezes. Simples, não ?

27 de abril de 2009 22:12  
Anonymous Anônimo said...

A casa não estava cheia ? A desastrosa participação no show de Andrea Bocelli e o anuncio da gravidez não renderam midia a Ivete ...

28 de abril de 2009 07:55  
Anonymous caçula said...

Por mim tudo bem. Esse é o lugar dela e não em um show de Andrea Bocelli (2)

Pensei que ia passar batido a participação de Ivete Sangalo no show do Andrea Bocelli. Vou comentar :

Ivete só não conseguiu acabar com o concerto por que cantou apenas duas músicas e no final da apresentação. Ivete tá é precisando de um chá de folhas de noção. Foi contrangedor vê-la se atrapalhando toda cantando SENTADO A BEIRA DE UM CAMINHO.

Já Toquinho e Bocelli cantaram a versão italina de AQUARELA. Toquinho arrebentou no violão mas se ele já era um estranho naquele ninho, imagine a baiana ?

28 de abril de 2009 08:25  
Anonymous Pedro said...

Pura perda de tempo dessas pessoas que chegam aqui para fazer comparações, criticar e dimunuir uma cantora em detredimento de outra. Galera respeitem o gosto de cada um, deixem pra exaltar suas cantoras preferidas, quando o Mauro postar alguma nota sobre ela e não gastem seu tempo desqualificando o artista.Das duas uma: ou os fãs de Daniela sentem odio de toda essa ascensão de Ivete e procuram enfatizar que ela é melhor por insegurança ou de fato sentem algum interesse pela artista pois quem não gosta ignora e está certo de suas convicções.

28 de abril de 2009 17:25  
Anonymous Anônimo said...

Pessoal da um desconto é fim de mês, talvez por isso a casa não estava cheia e outra Ivete já está super exposta. Na verdade o que ela está vivendo, fenomeno parecido ocorreu há quinze anos com a Daniela Mercury do mesmo jeito ou até com mais intensidade, talvez seja por isso que existe essa guerra toda entre os fãs de ambas, enquanto elas... bem elas estão ai como citou Rafhael, ricas, bonitas e famosas. Vão se preocupar com coisas mais importantes!

28 de abril de 2009 17:34  
Anonymous BRUNO said...

Na minha concepção existem várias linhagens de divas. Há aquelas que exibem um ar de garotinha saltitante - Claudia leitte, aquelas que tem uma sensualidade meio que "jeca" ou bruta e onstentam o ego de mulherão arrebatador - Ivete Sangalo, aquelas completamente apagadas desprovidas de carisma - wanessa Camargo, há ainda aquelas que primam pela discrição mais quando abrem a boca traz perplexidade pela a potência e perfeição de sua voz - Margarete Menezes. Mais por último tem aquelas que transparecem um ar de poderosa, que as vezes é confudido com um tom blasé, mais que são extremamente profissionais, perfeccionistas, com personalidade forte, donas de sua carreira e que tem como ninguém um domínio de palco - Daniela Mercury, Marisa Monte e a diva-mor - Madonna. Com estas não tem pra ningúem.

28 de abril de 2009 18:04  
Anonymous Anônimo said...

Daniela Mercury é perfeita na produção de seus discos e shows, fez um sucesso pouco visto na história da musica brasileira mais de dez anos pra cá, quem é Daniela mercury? desde do inicio da década não consegue acerta no tempero de sua sonoridade, hoje sua musica ao mesmo tempo que não é compreendida pela massa é rejeitada no seleto seio da MPB e vive no meio termo. Hoje observo que há um grande abismo entre Dani e a massa que a consagrou pois esta perdeu o dialogo com seu publico, exceto os seus fãs, que até hoje se mantém fiel. Em 2001, ápós perceber o declínio do axé, decidiu não mais fazer micaretas,intensificou os seus shows no exterior e se afastou do público brasileiro. Dai então chega Ivete que já vinha crescendo, até que explode feito um vulcão, percebendo a retomada do Axé, Daniela, enciumada logo volta à sua sintese musical, porém não consegue êxito. E Ivete está ai já ha um bom tempo como a cantora mais popular do país, fato é fato e isso ninguém pode negar.

28 de abril de 2009 20:21  
Anonymous Anônimo said...

Bruno você esqueceu das divas das divas, aquelas que tem um reinado vitalício na musica brasileira........ Elis Regina, Maria Bethania e Gal costa.

28 de abril de 2009 21:24  
Anonymous Igor said...

Como diria Tom Jobim : no Brasil o sucesso incomoda. È claro que quando alguém é notado fica passivel a criticas tanto positivas, quanto negativas, mais o nível dos comentários aqui nesse blog me assusta, é tanta besteira, do tipo " daninha está acima" ou "esse é o lugar dela". Gente mexam os dedinhos no teclado do pc para fazer críticas com embasamento, fundamentadas e não com opiniões infantis pessoais. A forma como falam aparentando tanto ódio e desprezo soa contraditória pois observei tantas notas e resenhas de artistas mais interessantes que tem um ou dois comentários. Detalhe, não sou fã de Ivete, mais sua musica não influi em nada em minha vida a ponto de me fazer perde tempo falando mal dela.

28 de abril de 2009 21:45  
Anonymous Anônimo said...

Galera do bem e do mal, só para exemplificar o dito pelo Igor vão dar uma olhadinha no "post" sobre o Ultraje a Rigor e veja um único comentário de um anônimo que arrebentou. Só por curiosidade mesmo, vale a pena. Quem sabe não aprendemos a escrever cheio de inteligência e humor algo útil para um artista ? É só uma dica.

28 de abril de 2009 22:09  
Anonymous Patricia said...

Ivete e-za-zerou, essa foi a primeira palavra falada pela cantora depois de uma perfomance polêmica e esquisita num show seu disponibilizado no youtube. muitos disseram que ela estava possuida, outros que era brincadeira, mais o que pude ver, chocada, é que o quanto essa cantora não tem respeito pelo público, pela mídia e nem por se propria. Narcisista ao extremo, Ivete é a tradução perfeita do reflexo cultural de nossa sociedade. Quando iniciou a enxergava como uma promessa de grande Cantora num futuro proximo, devido a sua humildade e simpatia. Passado os anos vemos uma artista egocêntrica e totalmente dispensável(musicalmente falando), já que seus fãs, a maioria adolescente, não tem noção e idéia formada do que vem a ser musica e a adoram pela que imprime externamente: bonita, gostosa, simpatica, carismatica e despachada. Neste ano no carnaval de Salvador protagonizou mais uma de suas baixarias quando o locutor da Rádio Sucesso FM Walter Júnior subiu em seu trio e deu a entender que o troféu de cantora revelação, que seria entregue para Mariana Assis, da banda Mina, era para ela. E soltou a seguinte peróla: "O que é que vocês estão bebendo, seus filhos da p...? Revelação de quê? Sou revelação para o meu namorado (Daniel Cady), entre quatro paredes. Faço ele gemer sem sentir dor. Sou uma mulher da porra ou não sou?", È pessoal acho que realmente Ivete Exagerou, ou será que ela " JÁ ZEROU?"

29 de abril de 2009 12:41  
Anonymous Anônimo said...

Mandou bem, Patricia.

29 de abril de 2009 19:26  
Anonymous Anônimo said...

É Bruno, pegou pesado. Nasceste quando ?

29 de abril de 2009 19:45  
Anonymous Bruno said...

Para o anônimo que citou Elis, Gal e Bethania, desculpe eu não podia ter esquecido, mais é que como você falou elas são divas das divas e não cabe aqui menciona-las, porém as adoro, embora que conheço só um pouco mais da carreira de Elis, embora ter apenas 21 anos, me interessei por ela pelas referências "dadas" por Daniela Mercury e tbém por adorar a Maria Rita.

29 de abril de 2009 21:46  
Anonymous Renata said...

Não entendo o motivo para tanto estardalhaço Patricia. já vivemos épocas piores, quando se fala em lixo cultural, citando por exemplo a uns 10 anos quando o Pagode baiano estourou no país do oiapoque ao chuí com grupos como è o tcham, na boquinha da garrafa e sei lá não lembro mais dos nomes. Lembro-me que eles atormentavam nossas tardes de domingo naqueles programas de auditório. E tinha até concursos entre crianças onde mães levantavam os shortinhos das filhas para que elas fica-ssem mais parecidas com a Carla Perez. Vulgaridade e desrreipeito era isso, moças se requebrando e esfrefando a genitália. Ivete faz uma musica simples, alegre, com letras pobres é verdade mais que não chega a agredir a familia e quanto a seus deslizes, isso é natural todo mundo erra e creio que ela irá amadurecer. Repetindo o que o Igor falou sucesso no Brasil incomoda! Mauro quero te dizer que adimiro muito o seu trabalho seu trabalho. Parabéns e continue sempre em frente! Abraços

30 de abril de 2009 13:45  
Anonymous Anônimo said...

Patricia deve estar bem informada do carnaval...
so esqueceu de citar quando Daniela Mercury fez um gesto obceno para um folião em pleno carnaval e/ou quando ela tento mais uma vez chamar atenção dando um beijo na boca de Alinne Rosa...

30 de abril de 2009 18:30  
Anonymous Anônimo said...

Continuo com a Patricia...

30 de abril de 2009 21:08  
Anonymous Anônimo said...

Prezado Bruno, pela sua idade e bom gosto musical - sem contar a humildade de "responder" por aqui sem mandar piadinha ou ironia de volta - PARABÉNS!

30 de abril de 2009 21:14  
Anonymous Anônimo said...

ADORO VER ESSES COMENTÁRIOS SOBRE IVETE SANGALO, POIS ISSO SÓ MOSTRA O QUANTO ESSA INCRÍVEL E INVEJADA CANTORA POP NACIONAL É SUCESSO! COM QUASE VINTE ANOS DE CARREIRA SÓLIDA E SEMPRE EM ASCENSÃO É ATÉ IGNORÂNCIA CRITICÁ-LA. HÁ MAIS DE DEZ ANOS, NUNCA NINGUÉM CHEGOU AO PATAMAR DESTA EXCELENTE PROFISSIONAL. SÓ SERIA JUSTO COMPARÁ-LA AO ROBERTO CARLOS, MARISA MONTE, PORQUE ELA É UMA CANTORA DE CLASSE. DANIELA MERCURY JÁ FOI ESQUECIDA HÁ ANOS E NUNCA PASSOU NEM METADE DO TEMPO DA CARREIRA DE IVETE EM ASCENSÃO. QUE PROVA MAIOR ALGUÉM QUER MAIS QUE ESSA??! OBS.: O CONSELHO QUE DOU AO AUTOR DESTA MATÉRIA É QUE TORNE A PUBLICAR SEMPRE SOBRE A IVETE, SEJA FALANDO BEM OU MAL, POIS TENHO CERTEZA QUE COMENTÁRIOS E ACESSOS JAMAIS IRÃO FALTAR. SEJA SEMPRE ASSIM, INTELIGENTE, OU SEJA, "COLA" NA IVETE QUE É SUCESSO NA CERTA! KKKKKKKKK

26 de maio de 2009 00:34  

Postar um comentário

<< Home