13 de março de 2009

Ao vivo, Leila joga luz sobre bela obra de Gudin

Pra Iluminar é o título do disco ao vivo em que Leila Pinheiro joga luz sobre a obra de Eduardo Gudin. O compositor (com a cantora na foto feita por Washington Possato) participa do disco, tocando violão em várias músicas e cantando Velho Ateu. Editado pelo selo de Leila, Tacacá Music, Pra Iluminar reúne 17 faixas, captadas em abril de 2007 em show no Teatro FECAP, em São Paulo (SP). Apenas uma música, O Amor Veio me Visitar, é inédita. Mas também é novidade, na voz de Leila, sambas como Sempre se Pode Sonhar, parceria de Gudin com Paulinho da Viola que cita Adoniran Barbosa (1910 - 1982). Projetada nacionalmente em 1985 ao defender um samba de Gudin, Verde, no Festival dos Festivais, Leila revisita no álbum músicas do compositor que gravou ao longo de sua carreira. Entre elas, Paulista (Gudin e Costa Netto), Ainda Mais (Gudin e Paulinho da Viola) e O Amor e Eu (Gudin). A faixa-título, Pra Iluminar, foi presente de Gudin para Leila, dado em 1988 no embalo do êxito de Verde. O álbum vai ser lançado na segunda quinzena deste mês de março de 2009.

30 Comments:

Blogger Mauro Ferreira said...

Pra Iluminar é o título do disco ao vivo em que Leila Pinheiro joga luz sobre a obra de Eduardo Gudin. O compositor (com a cantora na foto feita por Washington Possato) participa do disco, tocando violão em várias músicas e cantando Velho Ateu. Editado pelo selo de Leila, Tacacá Music, Pra Iluminar reúne 17 faixas, captadas em abril de 2007 em show no Teatro FECAP, em São Paulo (SP). Apenas uma música, O Amor Veio me Visitar, é inédita. Mas também é novidade, na voz de Leila, sambas como Sempre se Pode Sonhar, parceria de Gudin com Paulinho da Viola que cita Adoniran Barbosa (1910 - 1982). Projetada nacionalmente em 1985 ao defender um samba de Gudin, Verde, no Festival dos Festivais, Leila revisita no álbum músicas do compositor que gravou ao longo de sua carreira. Entre elas, Paulista (Gudin e Costa Netto), Ainda Mais (Gudin e Paulinho da Viola) e O Amor e Eu (Gudin). A faixa-título, Pra Iluminar, foi presente de Gudin para Leila, dado em 1986 após o estouro global de Verde. O álbum vai ser lançado na segunda quinzena deste mês de março de 2009.

13 de março de 2009 10:17  
Anonymous Luc said...

'Ainda Mais' é um belo samba.

13 de março de 2009 10:31  
Anonymous Anônimo said...

Fico feliz por este lançamento da Leila. Mauro, aproveitando eu gostaria de saber se você tem notícias sobre o novo CD da Nana Caymmi, "Sem Poupar Coração". Não estou aguentando de ansiedade por seu lançamento.

13 de março de 2009 10:45  
Anonymous Léo said...

Ótima notícia! Leila e seus trabalhos cheios de talento, elegância e bom gosto são sempre bem-vindos. Compro de olhos fechados, e nunca me arrependo.

Mauro, a música com que Gudin presenteou Leila após o estouro de "Verde" não foi "Estrela do Norte" ?(parceria com Costa Netto). Se não me engano, ela chegou a cantar essa música num festival internacional, em 1987, antes de gravá-la no disco "Alma".

13 de março de 2009 10:59  
Anonymous Anônimo said...

O Gudin sempre mal acompanhado de cantoras, fico imaginando ele com uma Marisa Monte do lado.
Ele merecia!
Indico o cd "Pra Tirar o Chapeú"
Maravilha!

Jose Henrique

13 de março de 2009 14:36  
Anonymous Anônimo said...

A questão é que Gudin, talvez, não queira uma Marisa Monte e suas artificialidades como companhia, e prefira desfrutar de uma honestidade elegante como a de Leila.

13 de março de 2009 17:36  
Anonymous Anônimo said...

Gudin sempre mal acompanhado de cantoras? Você se refere, além da Leila, à Márcia, Fatima Guedes e Vânia Bastos?

13 de março de 2009 17:49  
Anonymous OLIVEIRA said...

Bela dupla. O CD já está a venda. Estou no aguardo do DVD. É o velho golpe já manjado de lançar o CD antes para os mais ansiosos - golpe em que já caí muitas vezes - ou não será lançado em DVD ?
Alguma informação sobre minha dúvida, Mauro e demais que me lêem ?

13 de março de 2009 18:31  
Anonymous OLIVEIRA said...

Prezado José, Leila má cantora ?
Gosto não se discute, mas um dos raros discos históricos gravados nos anos 90 foi o dela cantando - e lançando de vez - a obra de Guinga e Aldir Blanc.
Ou não achas "Catavento e Girassol" NA SUA VOZ um clássico da MPB em uma época que clássicos são difíceis ?
Abraços, mesmo que não concordes.

13 de março de 2009 18:54  
Anonymous Anônimo said...

Aguardadíssimo !

Maravilhoso encontro de Gudin com Leila uma de suas principais vozes !

Eduardo

13 de março de 2009 22:18  
Anonymous Anônimo said...

Que Leila & Gudin venham nos Iluminar !!

Salve a diversidade !!

Nem só de Mariza aos Montes vive a música do Brasil !!

Rodrigo

13 de março de 2009 22:23  
Anonymous Anônimo said...

Gudin fez Pra Iluminar e Estrela do Norte em homenagem a Leila Pinheiro lá nos anos 80 !!
Ambas gravadas por ela !!

Salve Leila !!

Fátima Jurema

13 de março de 2009 22:28  
Blogger Ju Oliveira said...

vi esse show há quase dois anos, foi ótimo. aguardando o CD ansiosamente!

14 de março de 2009 02:14  
Anonymous Anônimo said...

quem vai distribuir, biscoito fino ou emi?
aliás falando em emi, o disco de alaíde costa que foi reeditado (coração) não chegou até hoje em belo horizonte.
será que é mais uma daquelas edições mínimas, que acabam entre rio e são paulo, e o resto do país fica à ver navios?

14 de março de 2009 09:47  
Anonymous Anônimo said...

Salve Leila e Gudin

"Seu canto foi meu calor
pra iluminar o lugar
Pra desatar minha dor
Desatar pra eu não chorar
Pra eu não chorar minha dor
Seu canto foi derramar
Foi derramar seu calor no lugar
Pra iluminar"
Gudin

"Estrela do Norte
Me ilumine
Eu quero bis"
Gudin

Obrigado Leila Pinheiro !!

14 de março de 2009 10:45  
Anonymous Anônimo said...

Prefiro o disco da Fátima Guedes. Acho Leila repetitiva!

14 de março de 2009 13:14  
Anonymous Anônimo said...

Para o anônimo, se Paulinho da Viola quer a Marisa por que é que o Gudin não ia querer?
Para o outro anônimo, a mulher de Sílvio Luiz canta bem os sambas dele com o P.C. Pinheiro, mas, sim, é das outras que falo.

Andre Oliveira, não acho um clássico. Corinthians(com Ronaldão) x Palmeiras é mais. :>)

Jose Henrique

14 de março de 2009 17:38  
Anonymous OLIVEIRA said...

Essa mania de chamar todo mundo que grava Bossa Nova de "repetitivo" deveria ser revista.
A Bossa Nova como gênero É REPETITIVA e nem por isso deixa de ser uma bênção. Bênção Bossa Nova.
Leila: sou seu admirador desde "Verde", depois descobri sua fase de cantora no Pará - que durou pouco - e finalmente virei seu fã com "Catavento e Girassol",o resto é intriga da oposição ou mania de falar mal do alheio.

14 de março de 2009 18:11  
Anonymous Anônimo said...

O encontro desta dupla em CD já estava marcado pelo destino!!
Finalmente !! Um presente para meu coração !!

Eu não perderia meu luxuoso tempo falando do que não gosto !!
É meio picareta !! Patético !!

Sucesso Leila & Gudin !!

Diego

14 de março de 2009 21:14  
Anonymous Anônimo said...

Maravilhosa notícia !

Obrigado Mauro !

Obrigado Leila Pinheiro e Gudin por este presente !!


Leonardo Alves

14 de março de 2009 21:17  
Anonymous Anônimo said...

Falar mal é quase tão bom quanto falar bem. :>)
Adoro o Gudin!!!

"Foi um desperdício de paixão
que fez do sacrifício solidão.
Meu coração cicatrizou
mas nunca mais ficou perfeito
se enclausurou dentro do peito
renunciando a todo amor."

PS: A picareta é uma boa ferramenta pra quebrar as chapas brancas.

Jose Henrique

15 de março de 2009 15:22  
Anonymous Anônimo said...

Grande notícia o encontro desta dupla agora em CD !!

Não seria Mariza Monte a "chapa branca" ou a rainha do mainstrean !!??
Quero todos as vozes do Brasil !!


Muito sucesso para leila Pinheiro e Eduardo Gudin !!

João Paulo

15 de março de 2009 16:53  
Anonymous OLIVEIRA said...

Mandou bem, João. Adoro Marisa como adoro Leila e muitas outras citadas aqui - Vânia Bastos cantora, Fátima Guedes compositora (êta país abençoado), mas Marisa "chapa branca" foi na mosca.
Adorei. Quem faz gracinha tem de saber ser alvo também, né Zé ?
PS: EU QUERO É O DVD!!!!!!!!!!!

15 de março de 2009 21:55  
Anonymous Léo said...

Eduardo Gudin "mal acompanhado" por Leila Pinheiro...?
Como disse o Oliveira, "intriga da oposição ou mania de falar mal do alheio."
Ninguém melhor do q Leila para cantar esse repertório. A história musical de Leila e Gudin vêm se cruzando há muitos anos, como fica bem claro na matéria.

Daqui a pouco vão querer Gudin com Sandy ou Vanessa da Matta...

15 de março de 2009 22:42  
Anonymous Anônimo said...

André Oliveira, só se foi na "Mosca da Cabeça Branca", grande filme!
O que diabos tem a ver mainstream e sucesso com ser chapa branca?
Marisa sempre leva uma saraivada de críticas.

"Sucesso no Brasil é ofensa pessoal" Tom Jobim

Sucesso ao Gudin e não esqueçam de ouvir o seu cd mais recente: Um Jeito de Fazer Samba.
Supimpa.

Jose Henrique

16 de março de 2009 00:24  
Anonymous Markinho said...

mania que o povo tem de achar que uma cantora só pode ser maravilhosa se outra for péssima. Leila é ótima, Marisa é ótima, Fátima Guedes é ótima, Vânia Bastos é ótima. Aliás, o disco de Vania Bastos e Eduardo Gudin (Só com músicas dele) é uma obra prima. queria saber se existe em cd.

16 de março de 2009 02:15  
Anonymous Anônimo said...

Verde - citada no artigo do Mauro -é da parceria Gudin e Costa Netto, assim como Estrela do Norte, cuja a letra do Costa Netto é uma homenagem a Leila.
Esse disco deve ser belíssimo. Mas "Luzes da mesma luz", com a Fátima Guedes, é imbatível.

19 de março de 2009 13:08  
Anonymous OLIVEIRA said...

Markinho, foi lançado em CD mas está fora de catálogo. Tente a CD Point ou o sebo Ventania. BOA SORTE.

19 de março de 2009 19:29  
Anonymous Anônimo said...

Markinho,
o disco do Gudin com a Vânia foi relançado em CD pela Eldorado há pouco tempo e ainda consta como produto em estoque no site da saraiva, por exemplo...

Qto à matéria, queria dizer que fui aos shows na Fecap, tanto de 2007 (ocasião da gravação do cd), como de 2008. Foi maravilhoso. Gudin e Leila estavam ótimos e um time de músicos de primeira acompanhou os dois. O disco promete!
Mas acho importante deixar claro que o Gudin não apenas "participa" do disco. Ele é o autor de todas as músicas (as quais selecionou junto com Leila para o espetáculo), além de fazer os arranjos maravilhosos, especialmente para a ocasião, de todas elas. Gudin, compositor dos melhores e mais sensíveis que temos, escolheu - e muito bem escolhido - Leila para interpretar (belissimamente) sua bela obra.
Sucesso aos dois!

23 de março de 2009 02:12  
Anonymous OLIVEIRA said...

É vero, anônimo. Já até comprei já que o meu já estava bem velhinho. Valeu a dica.
PS: mas se acharem o lançamento anterior aconselho, já que esta série da Eldorado é uma pobreza no quesito ficha técnica.
Para reconhecer um lançamento anterior é só procurar o CD com a "capa cheia".

23 de março de 2009 18:36  

Postar um comentário

<< Home