24 de março de 2009

'Coração' de Alaíde bate forte em reedição fraca

Magistralmente produzido por Milton Nascimento, com piano e os arranjos de João Donato, Coração é um grande disco de Alaíde Costa que chega, enfim, ao CD em série produzida por Thiago Marques Luiz para a EMI Music. Lançado em 1976, Coração ainda bate forte pela alta qualidade do repertório e pela luxuosa ficha técnica, na qual figuram músicos egressos do mineiro Clube da Esquina como o guitarrista Toninho Horta, o baixista Novelli e o baterista Robertinho Silva. Ivan Lins toca piano em Corpos, parceria sua com Vítor Martins que Alaíde lançou neste álbum e foi regravada por Elis Regina (1945 - 1982) - assim como Pé sem Cabeça (Danilo Caymmi e Ana Terra). O repertório inclui Catavento, um tema de Milton Nascimento, dado a Alaíde para Coração. A reedição é pobre de informações - a exemplo dos demais nove títulos da série - mas, ao menos, foi feita uma remasterização decente. Vale ouvir!

5 Comments:

Blogger Mauro Ferreira said...

Magistralmente produzido por Milton Nascimento, com piano e os arranjos de João Donato, Coração é um grande disco de Alaíde Costa que chega, enfim, ao CD em série produzida por Thiago Marques Luiz para a EMI Music. Lançado em 1976, Coração ainda bate forte pela alta qualidade do repertório e pela luxuosa ficha técnica, na qual figuram músicos egressos do mineiro Clube da Esquina como o guitarrista Toninho Horta, o baixista Novelli e o baterista Robertinho Silva. Ivan Lins toca piano em Corpos, parceria sua com Vítor Martins que Alaíde lançou neste álbum e foi regravada por Elis Regina (1945 - 1982) - assim como Pé sem Cabeça (Danilo Caymmi e Ana Terra). O repertório inclui Catavento, tema de Milton Nascimento, dado a Alaíde para Coração. A reedição é pobre de informações - a exemplo dos demais nove títulos da série - mas, ao menos, foi feita uma remasterização decente. Vale ouvir!

24 de março de 2009 15:32  
Anonymous OLIVEIRA said...

RARO e um dos melhores de Alaíde. Vale o investimento.

24 de março de 2009 19:10  
Anonymous Anônimo said...

Pois é, estes relançamebntos infelizmente saem em tiragem pequena, retornam o pequeno investimento de gravadora e somem. Eu já comprei 3 de Alaide, pois este disco é lindo e há muito aguardava seu relançamento. Os outros 2 LP´s que ela fez na Emi Oden (uma coletânea de compactos e outro em duo com Oscar Castro Neves - antológico) saíram na série 2 em 1 em 1993 , mas que já está fora de catálogo há tempos. Seria ótimo relançá-los também. Alias, a Odeon (Emi) tem coisas lindas em seu acervo e talvez nem saiba. Inclusive coisas da Copacabana. De qualquer forma, louvável iniciativa e parabéns ao Thiago pelo bom gosto nas indicações.

25 de março de 2009 11:27  
Anonymous Anônimo said...

Este disco é maravilhoso! Assim como Nana, Alaíde não poupa corações!

25 de março de 2009 14:52  
Anonymous Anônimo said...

A interpretação de Alaíde para "Pai Grande", faixa que abre este disco, é uma das coisas mais belas da MPB.

26 de março de 2009 11:51  

Postar um comentário

<< Home