12 de fevereiro de 2009

Trem de Vercillo pode ir para o trilho da Sony...

Jorge Vercillo (em foto de Washington Possato) é o mais novo contratado da Day 1 Entertainment, empresa que gerencia agenda de shows de artistas e que tem vínculos com a gravadora Sony BMG. Contudo, Vercillo ainda pertence ao elenco da EMI Music, a gravadora que lança, em breve, o CD e o DVD Trem da Minha Vida - gravados ao vivo em show no Canecão (RJ). A faixa-título é o inédito reggae inserido pelo cantor no roteiro das apresentações feitas em 31 de outubro e 1º de novembro de 2008 para viabilizar o registro do show. Seja como for, não será surpresa se o próximo álbum de estúdio de Vercillo já vier a ser editado pela Sony BMG...

8 Comments:

Blogger Mauro Ferreira said...

Jorge Vercillo (em foto de Washington Possato) é o mais novo contratado da Day 1 Entertainment, empresa que gerencia agenda de shows de artistas e que tem vínculos com a gravadora Sony BMG. Contudo, Vercillo ainda pertence ao elenco da EMI Music, a gravadora que lança, em breve, o CD e o DVD Trem da Minha Vida - gravados ao vivo em show no Canecão (RJ). A faixa-título é o inédito reggae inserido pelo cantor no roteiro das apresentações feitas em 31 de outubro e 1º de novembro de 2008 para viabilizar o registro do show. Seja como for, não será surpresa se o próximo álbum de estúdio de Vercillo já vier a ser editado pela Sony BMG...

12 de fevereiro de 2009 14:40  
Anonymous Anônimo said...

Manda ver Vercilo. É bom e popular, coisa rara em nossa música.

12 de fevereiro de 2009 18:40  
Anonymous Anônimo said...

ASSINO EMBAIXO, anônimo. Belo cantor, bom compositor e carreira coerente e "firme".

12 de fevereiro de 2009 22:49  
Blogger Janio Alcantara said...

Afinado Jorge Vercilo é. Ser boa gente também parece, mas, prá mim, virou cantor de uma música só. Vercilo tem o dom de igualar todas músicas que canta a "chega de fingir/eu não tenho nada a esconder/agora é prá valer"...
O dom entra em ação até quando interpreta canções alheias.
Não sei se é a banda e arranjador que são os mesmos daquele CD que o estourou na mídia.
Talvez precise mudar todo mundo.

13 de fevereiro de 2009 19:59  
Anonymous Anônimo said...

Ou que o público mude. Como já disseram por aí já é popular e não vai faltar quem goste.

14 de fevereiro de 2009 10:03  
Anonymous OLIVEIRA said...

Quando estourou na mídia com seu 3º disco corri e comprei os dois primeiros. Venho mantendo desde então a discografia em dia porque é um artista valoroso, que sabe ser bom e popular sem apelar.
Eu não entendo essa mania de chamar artista de repetitivo - a não ser que passe a carreira inteira regravando, regravando e regravando ou que seja apenas popularesco (aqueles "já famosos" que tem metas a cumprir junto ao "patrão") - se o que ele tem é o SEU ESTILO, A SUA FORMA DE COMPOR E INTERPRETAR, o que, à primeira audição, pode até dar essa impressão mas que para quem gosta do artista e o ouve com atenção percebe ser justamente a sua marca, o seu diferencial, o que o identifica junto aos velhos e novos fãs.
Não nascem Chicos Buarques ou Tons Jobins todos os dias, aliás, nem em todas as décadas, logo, que bom ter nascido um Jorge Vercillo.

15 de fevereiro de 2009 00:05  
Anonymous Anônimo said...

Parece que ganhou mais uma fã de peso: a "Abelha Rainha". O cara pode.

16 de fevereiro de 2009 10:05  
Anonymous Anônimo said...

Vamos que vamos, Jorgeeeeeeeeeee!!!

17 de fevereiro de 2009 18:39  

Postar um comentário

<< Home