14 de fevereiro de 2009

Maricenne canta bossa de SP na volta ao disco

Cantora projetada nos anos 50, Maricenne Costa volta ao mercado fonográfico pela gravadora Lua Music com disco em que canta somente músicas de compositores paulistas ligados em maior ou menor grau à Bossa Nova. O time de autores inclui Eduardo Gudin, Théo de Barros, Toquinho e Paulinho Nogueira, entre outros. Intitulado maricenne.cost@bossa.sp, o CD concede uma licença geográfica para compositores como Geraldo Vandré, Johnny Alf e Walter Santos, que, embora não sejam paulistas, tiveram boa acolhida em São Paulo no auge bossa-novista. Gravado somente com a voz de Maricenne e o violão de Marcus Teixeira, o CD conta com a participação de Alaíde Costa - com Maricenne na foto tirada em estúdio por Moisés Santanna - na música Tristeza de Amar, parceria de Vandré com Luiz Roberto. Fernanda Porto e Eduardo Gudin também figuram entre os convidados do disco. Detalhe: Maricenne Costa esteve entre os nomes convidados por João Gilberto - através de nota publicada em coluna de um jornal de São Paulo - para assistir a um dos dois shows que o cantor fez em agosto de 2008 no Auditório Ibirapuera. O álbum sairá em março.

5 Comments:

Blogger Mauro Ferreira said...

Cantora projetada nos anos 50, Maricenne Costa volta ao mercado fonográfico pela gravadora Lua Music com disco em que canta somente músicas de compositores paulistas ligados em maior ou menor grau à Bossa Nova. O time de autores inclui Eduardo Gudin, Théo de Barros, Toquinho e Paulinho Nogueira, entre outros. Intitulado maricenne.cost@bossa.sp, o CD concede uma licença geográfica para compositores como Geraldo Vandré, Johnny Alf e Walter Santos, que, embora não sejam paulistas, tiveram boa acolhida em São Paulo no auge bossa-novista. Gravado somente com a voz de Maricenne e o violão de Marcus Teixeira, o CD conta com a participação de Alaíde Costa - com Maricenne na foto tirada em estúdio por Moisés Santanna - na música Tristeza de Amar, parceria de Vandré com Luiz Roberto. Fernanda Porto e Eduardo Gudin também figuram entre os convidados do disco. Detalhe: Maricenne Costa esteve entre os nomes convidados por João Gilberto - através de nota publicada em coluna de um jornal de São Paulo - para assistir a um dos dois shows que o cantor fez em agosto de 2008 no Auditório Ibirapuera. O álbum sairá em março.

14 de fevereiro de 2009 11:47  
Anonymous OLIVEIRA said...

Não conheço a cantora, portanto não vou opinar, entrei aqui só para expressar minha alegria em ver Alaíde Costa. Essa Dama da Música me emociona.

14 de fevereiro de 2009 12:02  
Anonymous Anônimo said...

Também adoro Alaíde! Maricenne Costa, que é uma excelente cantora, está bem acompanhada.

14 de fevereiro de 2009 12:09  
Anonymous Dino said...

Meu caro Mauro.
O meu nome é Dino Galvão Bueno. Sou o compositor da melodia do samba Violão Gentil com letra de Eduardo Gudin, que foi gravado pela Maricenne. Participei da gravação do meu samba como violonista juntamente com o Eduardo Gudin.Não fui citado nem como compositor nem como músico convidado. Não é muito agradável não ser considerado ( no caso a citação da autoria) pelo meu trabalho.
Obrigado pela atenção .
Forte abraço e sucesso
Dino Galvão Bueno

16 de fevereiro de 2009 11:34  
Anonymous Anônimo said...

A pergunta que não quer calar: Maricenne foi ao show do João????

20 de fevereiro de 2009 17:39  

Postar um comentário

<< Home