31 de agosto de 2007

EMI prepara coletânea baseada na bio de Clara

Detentora de toda a discografia de Clara Nunes (1942 - 1983), a EMI Music prepara compilação da cantora que terá o conceito inspirado na oportuna biografia Clara Nunes - Guerreira da Utopia, escrita pelo jornalista Vagner Fernandes. O livro será lançado na primeira semana de setembro - pela Ediouro. Já a coletânea da EMI Music deverá chegar às lojas até o fim do ano. Para 2008, quando fará 25 anos da morte de Clara, está previsto um documentário sobre a artista.

15 Comments:

Anonymous Roberto. said...

Resta saber quando lancarao um Dvd oficial de Clara. O show que ela fez na televisao japonesa, por exemplo, daria um excelente Dvd.

31 de agosto de 2007 06:21  
Anonymous Luc said...

Essa é uma boa notícia.

Além de dona de uma voz potente e arredondada (nunca a ouvi gritar), Clara Nunes sabia cantar para o povo, a quem levava o melhor da produção musical brasileira.

Clara educou muita gente.

31 de agosto de 2007 10:27  
Anonymous Anônimo said...

Já vi no Mercado Livre , dois especiais que Clara Nunes fez para TV. Estes também poderiam ser lançados agora. Para quem devemos escrever ? para EMI ?

Edu - abc

31 de agosto de 2007 10:36  
Anonymous Anônimo said...

Deverá escrever primeiramente para a família da Clara. Mas segundo informações de fontes sairá ainda pela Biscoito Fino para o ano. E parece que é o especial para a tv japonesa sim.

31 de agosto de 2007 10:40  
Anonymous Anônimo said...

Quero completar minha coleção. Porque só alguns discos podem ser encontrados na lojas (físicas ou virtuais). E mesmo assim com grande dificuldade. Que voltem os CDs às lojas e que venham DVDs também. A Educativa e a Globo tem material em quantidade e qualidade. E Clara faz muita falta! Pra mim, uma das maiores cantoras do Brasil e não apenas de samba ou músicas afro-religiosas. Clara era grande!

Flávio

31 de agosto de 2007 23:34  
Anonymous Voz do povo said...

A maior cantora desse país!!!!!!!

1 de setembro de 2007 09:31  
Anonymous Neide Pessoa said...

..."Deverá escrever primeiramente para a família da Clara".......

Mas....quem é ,mesmo, a família da Clara?
Tantas homenagens.tantas pessoas dando opiniões,
que se pudesse falar,
no Espaço onde se encontra,
diria que está simplesmente espantada.
Quem é mesmo a família de Clara?
A de sangue?
Á qual das famílias de Clara
deve-se pedir licença,opiniões,etc?
Isso vai ficar claro em tantas
coisas que estão sendo feitas e serão, ano que vem?
Amores, ela os teve.
Família de sangue
tão amada por ela,sim.
Não nasceu de chocadeira...
Mas donos?
Sei não....vou procurar saber...
Neide

1 de setembro de 2007 22:57  
Anonymous Anônimo said...

Esse Flávio aí das 11 34 é grande Flavio Côrtez ? Deixa a Gal saber disso

Viva Clarinha

2 de setembro de 2007 05:15  
Anonymous Dido Borges said...

Clara é uma fonte inesgotável.
Continua contemporânea e fazendo muita falta.
Seus registros ficarão pra eternidade.
Muita coerência e respeito com o público e compositores.
"Salve o samba, salva a santa, salve ELA".

Dido Borges
São Vicente Férrer / PE

2 de setembro de 2007 09:55  
Anonymous Anônimo said...

Essas gravadoras só fazem lançar coletâneas caça-níqueis em vez de recolocar no mercado, remasterizados, em cds individuais (não caixas que custam os olhos da cara), os discos de carreira de artistas importantíssimas como Clara, Nara e Maysa. É tributo e coletânea, tributo e coletânea... Que adianta tributos e homenagens se as pessoas não têm acesso à obra original, no formato original?
Enquanto isso, o trabalho que essas mulheres realizaram, da forma que elas o realizaram, na época em que elas viveram, esse permanece indisponível para as pessoas. Se estão nas lojas, é um ou outro, com som péssimo, mal editados, etc. Só no Brasil mesmo.
A gente devia boicotar coletâneas e tributos de artistas cujo catálogo completo não esteja no mercado. Eu não compro.

3 de setembro de 2007 20:05  
Anonymous Anônimo said...

Concordo plenamente com o anônimo das 08:05!

4 de setembro de 2007 08:29  
Anonymous Ofélia said...

'Canto pelos sete cantos
Não temo quebrantos, porque eu sou guerreira'

Gosto demais disso!

4 de setembro de 2007 10:48  
Anonymous Anônimo said...

...que bom ler tanta coisa sincera e bonita a respeito da Clara Nunes, eu nunca escrevi nada sempre fui o espectador de tudo que vocês escrevem, hoje resolvi dizer que eu tinha 11 anos quando vi pela primeira vez a foto dela numa revista Manchete e aquela foto me encantou...eu era uma criança não entendia como eu podia ter ficado magnetizado por uma pessoa que eu nem sabia quem era...foi realmente o efeito da capacidade que ela sempre teve de encantar as pessoas, de passar logo de primeira a espiritualidade dela....cheguei ir em um dos ultimos shows dela, fiquei perplexo, não conseguia nem piscar, tive oportunidade de chegar perto dela no final da apresentação e não consegui de tanta emoção, fiquei sem ação, mais cheguei a ganhar um poster dela que era o cartão de visita do show e foi justamente esse poster que prenunciou a tristesa do ocorrido, no dia em que ela entrou em coma eu ainda não sabia de nada e quando entrei em meu quarto o poster se desprendeu da parede e caiu sobre a cama, seguiu-me um arrepio no corpo todo e logo mais quando liguei a tv pude constatar o que eu ja tinha pressentido...abarços a todos, quero dizer que eu também amo esse ser maravilhoso que é Clara Nunes.
João Carlos Benedetti

8 de setembro de 2007 09:23  
Anonymous Anônimo said...

Aiii Clarinha minha querida!
Que bom que vc está voltando.E que bom que vc voltou.Estamos precisando de ouvir sua voz e sua interpretação.Sabe querida, o Brasil está precisando ouvir de novo o que é cantar e interpretar.Fora suas amigas cantoras da sua época,que são maravilhosas como você, não se enche a mão aqui nesse país de cantoras novas minha querida.Elas nem chegam e se acham DIVAS .Volte com sua força e mostre o que é cantar uma música informando o que precisa ser dito de suas raízes brasileiras.Salve Clara Nunes

19 de setembro de 2007 22:29  
Anonymous Anônimo said...

Em um pais cheio de VANESSAS DAS MATAS,IVETES,BABADOS NOVOS e outras bizarrices sonoras,aclamadas
como novas divas da pseudo "musica popular brasileira",como voce CLARINHA faz falta para nos.
Esperamos que a rede globo,detentora de grande acervo visual da cantora,tenha a dignidade de produzir algo em homenagem a esta grande cantora que e considerada por muitos como
uma das poucas e verdadeiras interpretes da nossa verdadeira musica popular .
Saudades de voce clarinha.
Que onde voce estiver esteja cantando e trazendo paz aos seus
ouvintes.
FERNANDO MACHADO - PORTO ALEGRE

4 de outubro de 2007 10:55  

Postar um comentário

<< Home