6 de janeiro de 2007

Faltou uma grande canção de amor e morte...

Resenha de CD
Título:
Canções de

Amor e Morte
Artista:
Uns e Outros
Gravadora:
Performance

Be Record
Cotação:
* *

Grupo carioca surgido nos anos 80 que não conseguiu sair da terceira divisão do rock brasileiro daquela década, muito por conta da (inegável) semelhança com a Legião Urbana, o Uns e Outros ficou sumido nos anos 90 até reaparecer em 2002 com o CD Tão Longe do Fim, cuja faixa-título é lançada - de fato - neste quinto álbum, Canções de Amor e Morte. Trata-se de CD quase conceitual, com letras depressivas que versam sobre amor e morte. Algumas escritas com inspiração, caso de No seu Lugar, parceria do bom vocalista Marcelo Hayena com o guitarrista Nilo Nunes. Outras patinam em clichês - como O Céu e o Inferno, sobre a dicotomia bem-mal que rege o universo das paixões. Tal tema já soa batido...

Do ponto de vista instrumental, o disco é muito bem tocado. O que faltou para Canções de Amor e Morte realmente decolar foi... uma grande canção de amor e morte. Um Dia de Cada Vez, com a influência de BritPop, chegou perto. Mas o quarteto não conseguiu inspiração para criar um tema do porte de Carta aos Missionários, seu hit de 1989, ainda presente na memória (pop)ular. Tanto que a grande canção do disco é Dia Branco, o antigo sucesso de Geraldo Azevedo e Renato Rocha - transposto com êxito para o universo roqueiro e melancólico deste CD tão desesperado quanto honesto.

1 Comments:

Anonymous José said...

essa banda ainda existe?

4 de fevereiro de 2010 19:57  

Postar um comentário

<< Home